16.4 C
Jundiaí
quarta-feira, 29 maio, 2024

Todos os distritos da cidade de São Paulo são afetados pela dengue

spot_img

O boletim divulgado hoje (29) pela Coordenadoria de Vigilância em Saúde da prefeitura de São Paulo destaca uma preocupante realidade: todos os 96 distritos administrativos da cidade estão agora sob o impacto de uma epidemia de dengue.

No relatório anterior, datado de 22 de abril, evidenciou-se que a cidade ainda mantinha dois distritos livres da situação epidêmica de dengue: Moema, localizado na zona sul, e Jardim Paulista, situado na zona oeste.

É importante salientar que, de acordo com os parâmetros da Organização Mundial da Saúde (OMS), uma epidemia é caracterizada quando o número de casos de uma doença ultrapassa a marca de 300 casos por 100 mil habitantes.

No dia 22, o coeficiente de casos de dengue era de 252,6 por 100 mil habitantes no Jardim Paulista e de 258,4 em Moema. Nesta semana, os índices subiram para 329 e 304,1 por 100 mil habitantes, respectivamente.

Em toda a cidade, o número total de notificações de pacientes com dengue é de 220.029, o que equivale a 1.832,7 por 100 mil habitantes.

Proporcionalmente, o distrito mais afetado pela dengue no município é Jaguara, localizado na zona oeste, onde há 10.598,1 casos por 100 mil habitantes. Em seguida, estão São Miguel Paulista, na zona leste (7.039,2 por 100 mil habitantes), São Domingos, na zona norte (4.569,6 por 100 mil habitantes), e Itaquera, também na zona leste (4.561,4 por 100 mil habitantes).

Até esta segunda-feira, a cidade registrou 105 mortes em consequência da doença desde o início do ano. Em todo o estado, são 1.617.352 casos da doença, com 465 mortes confirmadas e 710 em investigação, segundo a Secretaria de Estado da Saúde.

PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas