16.4 C
Jundiaí
segunda-feira, 17 junho, 2024

Transações com cartões registram crescimento de 11% no Brasil

spot_img

Os pagamentos efetuados por meio de cartões de crédito, débito e pré-pago registraram um aumento de 11,4% no Brasil no primeiro trimestre de 2024, totalizando 10,8 bilhões de transações e alcançando a cifra de R$ 965 bilhões. Esses dados foram divulgados pela Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs).

O cartão de crédito apresentou um notável destaque, com um incremento de 14,4%, atingindo a expressiva marca de R$ 635,2 bilhões. Entretanto, o cartão de débito registrou uma pequena diminuição de 0,4%, movimentando um total de R$ 241,2 bilhões.

O cartão pré-pago foi o que registrou o maior crescimento, alcançando um aumento de 27,9%, embora tenha somado uma quantia menor, totalizando R$ 88,5 bilhões.

Ricardo de Barros Vieira, vice-presidente executivo da Abecs, destaca que esse movimento reflete fatores sazonais, como férias escolares, retorno às aulas e Carnaval.

De acordo com a Abecs, os consumidores têm demonstrado preferência por realizar pagamentos através da tecnologia de aproximação, conhecida como Near Field Communication (NFC), que teve um crescimento significativo de 56,8%, movimentando um total de R$ 305,3 bilhões nos primeiros três meses do ano.

Isso equivale a uma média de 2,3 milhões de transações dessa modalidade por hora.

Os gastos no exterior também apresentaram um crescimento notável de 33,3% em comparação com o mesmo período do ano anterior, especialmente nos Estados Unidos e na Europa, totalizando US$ 3,8 bilhões (equivalente a R$ 18,9 bilhões).

No que diz respeito às transações online, uma tendência que tem ganhado cada vez mais espaço, houve um aumento significativo de 18,4%. Esse aumento se deu principalmente através de aplicativos e carteiras digitais, movimentando um total de R$ 225,3 bilhões.

Nos últimos meses, a indústria tem investido consideravelmente nessa modalidade, visando torná-la mais acessível ao público em geral. Ricardo de Barros Vieira observa os resultados desse esforço com o aumento das transações e expressa a expectativa de manutenção desse crescimento nos próximos meses.

PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas