15.4 C
Jundiaí
sexta-feira, 21 junho, 2024

Estudo revela que 15% dos fãs afirmam ter participado de apostas esportivas

spot_img

Apostas esportivas em ascensão: 15% dos entrevistados no estudo “Maior Raio-X do Torcedor” relatam ter apostado online, revelando uma tendência crescente, especialmente entre os torcedores mais jovens.

A presença no cenário das apostas esportivas aumenta significativamente com a juventude dos torcedores. Entre os entrevistados de 16 a 30 anos, 25% já participaram, comparados a 16% na faixa etária de 31 a 50 anos e apenas 7% entre aqueles com 51 anos ou mais. Além disso, há uma disparidade significativa de gênero, com 22% dos homens relatando participação em comparação com apenas 9% das mulheres.

O grande diferencial

Segundo os dados da pesquisa, as questões financeiras não representam um grande obstáculo para os entrevistados que desejam fazer apostas online. Entre aqueles que recebem até dois salários mínimos, 13% já participaram, enquanto esse número sobe para 16% entre os que recebem de dois a cinco salários mínimos e 17% entre os torcedores que ganham cinco salários mínimos ou mais.

Sites de apostas patrocina clubes

Recentemente, as controvérsias internacionais envolvendo sites de apostas têm influenciado a opinião dos torcedores sobre a presença dessas empresas no mundo esportivo. Em 2023, 66% dos entrevistados não viam problema nessa relação, mas esse número diminuiu para 59% em 2024.

Os dados revelam que os mais jovens são os mais favoráveis aos patrocínios dos sites de apostas. Entre os entrevistados de 16 a 30 anos, 67% expressaram apoio, em comparação com 59% na faixa etária de 31 a 50 anos e 49% entre aqueles com 51 anos ou mais.

Metodologia

A pesquisa “O Maior Raio-X do Torcedor” entrevistou um total de 6.373 pessoas, incluindo 5.023 entrevistas aprofundadas com torcedores de 278 cidades e 714 jovens entre 7 e 15 anos. A coleta de dados ocorreu entre 27 de abril e 1º de maio de 2024, por meio de entrevistas face a face com questionários estruturados. A margem de erro estimada é de 1,4 ponto percentual, com um nível de confiabilidade de 95%.

PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas