15.4 C
Jundiaí
sexta-feira, 21 junho, 2024

Rescisão de contrato: Corinthians perde patrocínio da VaideBet

spot_img

A casa de apostas VaideBet anunciou nesta sexta-feira (07) a rescisão do contrato de patrocínio com o Corinthians. A empresa vinha sendo a patrocinadora máster do clube desde o início do ano.

O contrato, que tinha duração de 3 anos e incluía pagamentos mensais aos cofres alvinegros, foi encerrado. No início do acordo, uma parcela de R$20 milhões foi depositada para custear a rescisão com a antiga parceira, a Pixbet. O valor total do acordo estava estipulado em R$370 milhões.

A VaideBet já havia enviado uma notificação extrajudicial sobre o suposto caso de ‘laranja’ no acordo do clube com a organização. No documento, a empresa alegou que as acusações violavam uma cláusula anticorrupção presente no contrato.

Em resposta, o Corinthians enviou uma nota reiterando que todas as negociações de patrocínios foram conduzidas de forma legal com empresas devidamente constituídas. No entanto, o clube se eximiu de qualquer responsabilidade sobre eventuais repasses de valores a terceiros.

Entenda o caso

O assunto veio à tona após a publicação do colunista Juca Kfouri, do portal Uol. A reportagem afirma que a empresa Rede Social Media Design LTDA, que intermediou o acordo entre a VaideBet e o Corinthians, repassou parte do valor da comissão (pago pelo clube) para outra organização.

A outra organização seria a Neoway Soluções Integradas em Serviços LTDA, empresa que tem como sócia Edna Oliveira dos Santos, mulher que mora em Peruíbe, no litoral de São Paulo, e afirmou, em entrevista ao Uol, desconhecer o caso.

Nota oficial

A VaideBet informa que exerceu nesta sexta-feira (7) a rescisão do contrato de patrocínio com o Sport Club Corinthians Paulista. Desde o início de abril a marca acompanha e solicita esclarecimentos sobre as suspeitas levantadas, tendo já realizado reuniões, comunicações formais e notificação extrajudicial. Diante das explicações apresentadas sem nenhuma resolutividade, a VaideBet lamentavelmente se vê obrigada a tomar tal atitude.

A marca avalia que não se pode manter a parceria enquanto pairar sobre o acordo qualquer suspeita em relação a condutas que fujam à conformidade com a ética e os preceitos legais. Só a dúvida, no crivo ético da marca, já é suficiente para determinar a rescisão – que foi exercida pela VaideBet suscitando cláusulas do contrato que protegem direitos da marca nessa decisão.

A VaideBet lamenta pelo fim de uma parceria que deveria ter durado no mínimo três anos e agradece, pelo carinho e pelo respeito, à imensa e apaixonada torcida do Corinthians, que diariamente sustenta a história e os valores da instituição.

PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas