14.5 C
Jundiaí
domingo, 26 maio, 2024

Duas UBSs ficam abertas para atendimento de pacientes com dengue

spot_img

No próximo sábado, dia 13, a Nova Unidade Básica de Saúde (UBS) Jardim do Lago, situada na rua Leonita Faber Ladeira, 1358, e a UBS Tamoio, localizada na rua Orestes Barbosa, s/n, estarão em funcionamento das 8h às 17h para atender pacientes que apresentem sintomas de dengue.

Essas unidades estarão disponíveis para pacientes com sintomas leves a moderados, independentemente da região da cidade de origem. Ana Paula Rosa, diretora do Departamento de Atenção Básica à Saúde da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde, destaca que essa estratégia segue a política adotada pelo Município, priorizando a abertura de unidades de saúde de fácil acesso, especialmente em áreas com aumento de casos.

Para os indivíduos com mais de 60 anos, portadores de comorbidades ou apresentando sinais de agravamento da dengue, é recomendado buscar atendimento nos seguintes locais: Prontos Atendimentos Hortolândia, situado na rua Campinas, 58, Vila Hortolândia, funcionando das 7h às 22h (com fechamento dos portões às 21h); Ponte São João, localizado na rua Santo Antônio, 191, e Retiro, na rua Maria Lúcia de Almeida, 100, ambos abertos das 7h às 19h (com fechamento dos portões às 18h); além da UPA Vetor Oeste, na avenida Presbítero Manoel Antônio Dias Filho, 155, com atendimento 24 horas.

Os sintomas principais da dengue incluem febre, dor de cabeça, dores no corpo e articulações, manchas na pele, dor nos olhos, fraqueza e vômito. Sinais de alerta para uma possível evolução mais grave da doença são dor abdominal intensa, náuseas, vômitos persistentes e sangramento de mucosas.

Em relação ao cenário atual, o último Boletim de Arboviroses indica que o Município registra 5.128 casos de dengue, dos quais 3.633 são autóctones, 154 importados, enquanto 1.341 estão sob investigação para determinar o local de transmissão. Jundiaí confirmou a segunda morte relacionada à dengue na última quarta-feira, dia 10.

Desde o ano anterior, foram intensificadas as ações em toda a cidade para conter a propagação dos casos. Em 1º de abril, foi decretada a situação de emergência, e o Comitê Intersetorial de Prevenção e Combate à Dengue estabeleceu novas estratégias para enfrentar a doença. Através da Sala de Situação, montada em dezembro, o cenário é monitorado diariamente para a implementação antecipada e transparente de medidas preventivas.

PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas