15.4 C
Jundiaí
domingo, 26 maio, 2024

Serasa revela aumento de 64% de pedidos de recuperação judicial em fevereiro

spot_img

Os pedidos de recuperação judicial no Brasil totalizaram 169 em fevereiro, registrando um aumento de 64,1% em relação ao mesmo período do ano anterior, de acordo com um estudo exclusivo para a reportagem da Serasa Experian. Em comparação com janeiro, houve um avanço de 13,4%.

O aumento foi impulsionado principalmente por micro e pequenas empresas, que registraram 59 pedidos. Já as companhias médias e grandes protocolaram 35 e 9 requisições, respectivamente, de acordo com o levantamento.

A Serasa ainda mostra que o setor de serviços foi o mais impactado, seguindo o resultado do mês anterior, com 66 pedidos em fevereiro, o dobro em comparação ao mesmo período do ano passado.

Luiz Rabi, economista da Serasa Experian, explica que os juros elevados e a inadimplência das empresas e dos consumidores são os fatores que levaram ao aumento das recuperações judiciais.

Em janeiro foram registradas 6,7 milhões de CNPJs no vermelho no Brasil, somando R$ 127,8 bilhões, indicou a Serasa.

“Apesar de estarmos vivenciando uma melhora com queda nas taxas de juros e na inflação, primeiro precisamos ter uma redução da inadimplência para depois presenciarmos uma queda no número de pedidos de recuperações judiciais”, pontua, ressaltando que a situação deve melhorar apenas a partir do segundo semestre.

Pedidos de falência Os pedidos de falência, por outro lado, apresentaram ligeira queda de 7% em fevereiro, na base anual. Neste ano foram 80 registros, contra 86 em 2023.

Já na comparação mensal, houve uma redução da aceleração, mas ainda com alta de 15,9% ante janeiro.

O ranking também foi liderado pelas micro e pequenas empresas, que registraram 44 de solicitações.

PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas