21.4 C
Jundiaí
sábado, 24 fevereiro, 2024

Como fragmentos da Torre Eiffel vão parar nas medalhas dos Jogos Olímpicos de Paris 2024

spot_img

Nesta quinta-feira (8), o Comitê Olímpico Internacional divulgou as medalhas que serão concedidas aos atletas durante os Jogos Olímpicos de Paris 2024.

Cada medalha apresentará um detalhe singular na história dos Jogos Olímpicos: um fragmento de metal da emblemática Torre Eiffel, símbolo da capital francesa.

Mas como?

Ao pensar na criação das medalhas para a edição deste ano das Olimpíadas, o comitê organizador queria apresentar alguma novidade. E a inclusão de um dos grandes símbolos de Paris foi a solução criativa e inédita que encontraram para produzir itens exclusivos.

Durante todo o século 20, a Torre Eiffel passou por uma série de obras de modernização. Algumas partes do monumento foram removidas de forma permanente e preservadas.

A Société d’Exploitation de la Tour Eiffel, a empresa encarregada da operação e manutenção da torre, autorizou o uso de parte dessas peças para as medalhas dos Jogos Olímpicos.

“Produzido na cidade de Pompey, na região de Lorraine, no leste da França, o ferro fundido é refinado por meio de um processo conhecido como ‘puddling’, após a redução do minério de ferro. Após a remoção do excesso de carbono do ferro fundido, a substância resultante permanece praticamente em seu estado puro e é notavelmente consistente”, afirma a nota do COI sobre o processo de fabricação das medalhas.

“Decidimos adicionar este hexágono [representando o formato da França] da mesma maneira que se faria com uma pedra preciosa — posicionado centralmente e sendo o elemento mais valioso da medalha”, disse Clémentine Massonnat, responsável pelo departamento criativo da Chaumet, a joalheria encarregada da produção das peças.

PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas