16.4 C
Jundiaí
quarta-feira, 29 maio, 2024

Estudo aponta relação entre menopausa precoce e perda muscular

spot_img

A dor muscular é um sintoma comum da menopausa, contribuindo para a experiência de desconforto entre mulheres com mais de 50 anos, em comparação com homens na mesma faixa etária. Além disso, durante o climatério, tanto a função quanto a massa muscular podem ser afetadas. Agora, uma nova pesquisa aponta que a menopausa precoce, especialmente quando é induzida por cirurgia, como a remoção dos ovários, pode agravar ainda mais os riscos de distúrbios musculares.

No dia 1º de maio, um estudo publicado na revista científica Menopause, da Menopause Society, atraiu a atenção dos pesquisadores ao investigar os impactos de diferentes tipos de menopausa sobre o desconforto e a função muscular em mulheres na pós-menopausa. A pesquisa envolveu uma amostra significativa de quase 650 mulheres, buscando ampliar a compreensão dos efeitos variados da transição menopáusica.

Os resultados da pesquisa revelaram que mulheres submetidas à menopausa cirúrgica precoce apresentaram maior propensão a desenvolver desconforto músculo-esquelético e sarcopenia (perda de massa muscular) em comparação com aquelas que passaram pela menopausa natural aos 45 anos ou mais.

A menopausa precoce, definida como ocorrendo antes dos 40 anos de idade, pode ser desencadeada por uma variedade de fatores, como câncer de mama, câncer de ovário, câncer de endométrio e outros tipos de câncer que resultam na falência ovariana. A ginecologista Maria dos Anjos Neves Sampaio Chaves, do Delboni, marca pertencente à Dasa, explicou anteriormente à CNN que a menopausa precoce cirúrgica ocorre devido à remoção dos ovários por cirurgia. Esse procedimento interrompe o ciclo menstrual e, consequentemente, desencadeia a menopausa.

Segundo os pesquisadores, a dor e a redução da massa muscular em mulheres na pós-menopausa podem estar mais associadas à deficiência hormonal do que à idade.

“Este estudo ressalta os possíveis impactos musculoesqueléticos a longo prazo da menopausa cirúrgica precoce, que resulta em uma perda hormonal mais abrupta e completa, incluindo estrogênio e testosterona, em comparação com a menopausa natural. O uso da terapia hormonal até a idade natural da menopausa tem o potencial de atenuar alguns dos efeitos adversos a longo prazo da perda precoce de estrogênio”, afirma Stephanie Faubion, diretora médica da Menopause Society.

PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas