14.5 C
Jundiaí
domingo, 26 maio, 2024

Conheça medidas aliadas para diminuir a conta de luz

spot_img

Com a possibilidade de aumento na conta de luz, conforme projeção adiantada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que prevê um acréscimo de 5,6% neste ano, especialistas consultados pela reportagem recomendam algumas medidas que, embora pareçam insignificantes, podem impactar positivamente na hora de quitar a fatura de energia.

Na semana passada, o governo federal emitiu uma medida provisória (MP) que tem o potencial, a curto prazo, de reduzir as tarifas de energia elétrica no país em 3,5% a 5%. No entanto, especialistas alertam que as empresas podem repassar um aumento de preço a partir de 2027. Por isso, pequenas ações como passar roupa de uma só vez e desligar o ar-condicionado podem ser extremamente eficazes.

Segundo Carla Beni, economista e professora de MBAs da FGV, uma das mudanças mais significativas para diminuir a conta de luz é agrupar todas as roupas para passar de uma só vez, reduzindo assim o aquecimento constante do ferro, que consome mais energia.

Carla Beni também destaca a importância de atentar para o uso do chuveiro elétrico, pois “quanto mais alta a temperatura, maior é o consumo de energia”.

Portanto, é preferível manter uma temperatura média no chuveiro para reduzir o impacto nas contas de energia, juntamente com um tempo de banho mais curto.

Além disso, Carla Beni observa que no verão é comum um aumento no consumo de energia devido ao uso mais frequente do ar-condicionado. Ela ressalta que quanto maior o desequilíbrio climático, maior será o custo na conta de energia. Nesse sentido, Beni recomenda ativar a função de timer no ar-condicionado ou permitir que o ambiente esfrie antes de desligá-lo.

Ricardo Natali, educador financeiro, identifica o ar-condicionado como o principal vilão nesse contexto e sugere utilizar a capacidade máxima desses aparelhos para reduzir o tempo de uso e evitar impactos na conta de luz.

Essa lógica também pode ser aplicada à máquina de lavar, considerando o horário de utilização. Natali sugere usar a máquina entre 22h e 8h da manhã, já que durante esse período a energia tende a ser mais barata.

Carla Beni ressalta que esse modelo pode variar de acordo com o estado e a distribuidora de energia atuante na região, sendo importante verificar se essa estratégia se adequa à realidade local.

Em contrapartida, o uso de ventiladores é uma alternativa mais econômica para se refrescar, pois consome menos energia elétrica.

Outras medidas para reduzir a conta de luz, apontadas pela professora da FGV, incluem:

  • Não abrir e fechar a geladeira constantemente;
  • Lavar roupa em dias de sol;
  • Apagar a luz ao deixar o ambiente

Outra alternativa frequentemente mencionada para reduzir a conta de luz é o uso de painéis solares. Segundo Carla Beni, essa opção pode diminuir os gastos com energia, porém, ainda implica em um investimento inicial elevado para a instalação, principalmente em residências de menor porte.

PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas