14.7 C
Jundiaí
segunda-feira, 22 abril, 2024

Aprovada a fusão entre Arezzo e Grupo Soma

spot_img

A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, a fusão dos negócios da Arezzo e do Grupo Soma. A operação inclui a unificação das bases acionárias das companhias, conforme comunicado conjunto das empresas.

Conforme a legislação vigente, a decisão do Cade será definitiva em 15 dias a partir da publicação do despacho de aprovação no Diário Oficial da União, o que, segundo o novo grupo, deve ocorrer nos próximos dias.

A efetivação da operação está sujeita não apenas ao trânsito em julgado da decisão do Cade, mas também ao cumprimento (ou renúncia, conforme o caso) de outras condições suspensivas estabelecidas no acordo de associação, bem como às aprovações societárias necessárias das empresas.

A fusão dos negócios foi acordada entre as companhias e os seguintes acionistas: Anderson Lemos Birman, Alexandre Café Birman, Roberto Luiz Jatahy Gonçalves, Marcello Ribeiro Bastos, Kátia Ferreira de Barros, Cláudia Jatahy Gonçalves e Gisella Jatahy Gonçalves, por meio de um acordo de associação e outros termos.

A nova empresa resultante da fusão será controlada em 54% pelos acionistas da Arezzo&Co e em 46% pelos acionistas do Grupo Soma.

As empresas, que juntas terão mais de 2 mil lojas próprias e franqueadas e 34 marcas, irão selecionar posteriormente o nome do novo grupo.

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas