22.3 C
Jundiaí
sábado, 2 março, 2024

Trabalhar o dia todo sentado aumenta em 16% o risco de morte precoce

spot_img

Pessoas que dedicam a maior parte de seu tempo de trabalho à posição sentada enfrentam um aumento de 16% no risco de morte precoce por qualquer causa, em comparação com aqueles que não estão predominantemente sedentários durante o trabalho. Essa descoberta foi revelada por um estudo recentemente publicado na revista JAMA Network Open.

Segundo a pesquisa, aqueles que passavam longas horas sentados durante o trabalho, sem incorporar atividades físicas em seu tempo livre, também demonstraram um aumento de 34% no risco de mortalidade por doenças cardiovasculares em comparação com indivíduos menos sedentários.

Por outro lado, os pesquisadores destacaram que esse risco pode ser mitigado. Indivíduos que conseguiram se levantar ou se movimentar durante o trabalho não apresentaram um aumento no risco de mortalidade precoce em comparação com aqueles que permaneceram sentados.

Além disso, aqueles que conseguiram incorporar atividade física em seu tempo livre reduziram seu risco de mortalidade precoce para níveis semelhantes aos de indivíduos que não passavam tanto tempo sentados durante o trabalho. Portanto, os pesquisadores sugerem que uma solução para aqueles que têm ocupações que demandam longos períodos sentados é incluir pelo menos 15 a 30 minutos de exercícios físicos diariamente.

As conclusões do estudo foram alcançadas através do acompanhamento de 481.688 participantes ao longo de um período médio de 13 anos. No início do estudo, nenhum dos participantes tinha sido diagnosticado com doença cardiovascular. Durante o curso da pesquisa, 26.257 participantes faleceram. Os resultados foram ajustados para variáveis como sexo, idade, nível educacional, tabagismo, consumo de álcool e índice de massa corporal, fatores que poderiam influenciar os resultados.

Segundo os autores do estudo, as descobertas reiteram os perigos do sedentarismo para a saúde e indicam que diminuir o tempo dedicado ao assento durante o trabalho e aumentar a atividade física diária podem ser medidas benéficas na redução dos riscos de mortalidade por todas as causas, particularmente por doenças cardiovasculares.

PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas