15.4 C
Jundiaí
domingo, 26 maio, 2024

Plataforma do Desenrola está disponível através do Serasa

spot_img

A fase final do programa Desenrola Brasil receberá suporte da Serasa para auxiliar os brasileiros na renegociação de suas dívidas.

A partir de quinta-feira (15), a plataforma do Desenrola estará acessível através do aplicativo ou site da Serasa, além dos canais de negociação dos agentes financeiros do programa, e também pelo portal Gov.br.

O anúncio foi feito durante uma coletiva de imprensa pelo Ministério da Fazenda, em parceria com a Serasa e a B3.

Inicialmente, o acesso direto foi disponibilizado pelos sistemas da Serasa, que conta com 88 milhões de brasileiros cadastrados e registra 26 milhões de acessos mensais. No entanto, o coordenador-geral de Economia e Legislação do Ministério da Fazenda, Alexandre Ferreira, afirmou que o governo está negociando com outros agentes.

A última fase do Desenrola ocorrerá até 31 de março. Durante este período, as dívidas poderão ser parceladas em até 60 vezes, com juros de 1,99% ao mês, e descontos que podem chegar a até 96%.

O programa abrange dívidas contraídas entre 2019 e 31 de dezembro de 2022, com valores de até R$ 20 mil.

Como se cadastrar

Ao acessar a plataforma do Serasa é possível onsultar no Desenrola diretamente do portal do Governo Federal.

1- Acesse o www.gov.br;

2-Selecione “Entrar com gov.br”;

3- Digite o CPF e clique em continuar para criar ou alterar uma conta

Ao efetuar o cadastro, o indivíduo preenche um formulário simples, e seus dados podem ser verificados na Receita Federal ou no INSS.

Além disso, o registro pode ser realizado em uma Agência do INSS ou nos postos do Senatran.

O formulário concede acesso ao nível Bronze, que está disponível para acesso ao Desenrola desde dezembro.

As categorias superiores são distinguidas por garantir uma identificação mais robusta do cidadão, através do fornecimento de dados adicionais no cadastro.

Para alcançar o nível Prata, é necessário que o cidadão realize uma biometria facial com a CNH ou seja servidor público federal. Uma alternativa é fazer o login através de um dos bancos credenciados.

É imprescindível ter o número de telefone cadastrado no banco para receber o SMS de confirmação do acesso.

Já a conta Ouro requer o reconhecimento facial pelo aplicativo para verificar a foto nas bases da Justiça Eleitoral (TSE).

A validação também pode ser realizada por meio do QR Code da Carteira de Identidade Nacional ou com Certificado Digital compatível com ICP-Brasil.

PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas