16.4 C
Jundiaí
segunda-feira, 17 junho, 2024

Melhora da condição física diminui em 35% o risco de câncer de próstata

spot_img

Aprimorar a aptidão física pode reduzir em até 35% o risco de câncer de próstata, revela estudo no British Journal of Sports Medicine. A pesquisa destaca a importância da atividade física na prevenção desse câncer, responsável por 375 mil mortes anuais globalmente, conforme a Organização Mundial da Saúde (OMS).

O estudo buscou compreender como a melhora na aptidão cardiorrespiratória impacta tanto no risco de desenvolvimento quanto na mortalidade por câncer de próstata. Os pesquisadores analisaram dados de estilo de vida, percepção de saúde, massa corporal e altura de um banco de dados do Reino Unido, além de resultados de pelo menos dois testes de aptidão cardiorrespiratória realizados em bicicleta ergométrica.

Ao analisar os dados de 181.673 homens, dos quais 57.652 realizaram exames de aptidão, durante um período de quase 7 anos, o estudo identificou que 592 participantes foram diagnosticados com câncer de próstata, resultando em 46 mortes pela doença.

Os resultados revelam que um aumento percentual anual na aptidão física está associado a um risco 2% menor de câncer de próstata, embora não haja impacto na taxa de mortalidade. Os pesquisadores ajustaram os dados considerando fatores como idade, peso (IMC) e tabagismo, para garantir uma análise mais abrangente e precisa sobre o desenvolvimento da doença.

Para avaliar os resultados, a pesquisa dividiu os participantes em três grupos, considerando o aumento, a manutenção estável e a redução na aptidão física ao longo do estudo. A medida utilizada para a aptidão foi a quantidade (volume) de oxigênio que o corpo utiliza durante exercícios de alta intensidade.

O estudo revelou que os participantes que aumentaram em 3% ou mais a aptidão física anualmente apresentaram uma redução de 35% no risco de desenvolver câncer de próstata em comparação com aqueles cuja capacidade cardiorrespiratória diminuiu.

Segundo os autores, os resultados ressaltam a importância da aptidão cardiorrespiratória no risco de câncer de próstata. O comunicado à imprensa destaca que incentivar melhorias no condicionamento em homens adultos pode ser uma estratégia eficaz na redução do risco de câncer de próstata.

PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas