25.4 C
Jundiaí
domingo, 21 julho, 2024

Com planejamento, Jundiaí equaliza fila de cirurgias de catarata

publicidadespot_imgspot_img

A fila de espera da rede pública de saúde para cirurgias de catarata foi equalizada em Jundiaí. Somente nos primeiros quatro meses do ano, cerca de 680 procedimentos foram realizados pelo Instituto Jundiaiense Luiz Braille de Assistência ao Deficiente da Visão, conveniado com a Prefeitura para atendimento oftalmológico.

“Essa é mais uma resposta à crise desencadeada pela pandemia de Covid-19, a partir de planejamento feito com nossos serviços. A saúde é a nossa prioridade e atuamos para garantir a melhor assistência em todas as necessidades dos pacientes”, ressalta o prefeito Luiz Fernando Machado.

Durante a pandemia de Covid-19, seguindo as orientações de segurança estabelecidos pelo Ministério da Saúde e pela Organização Mundial de Saúde, houve nos serviços do País a necessidade de adequações nos atendimentos oftalmológicos e nas cirurgias. Apesar dos ajustes, desde 2020, cerca de 5,1 mil procedimentos para a correção da lesão ocular foram realizados no Luiz Braille, uma média de 1,5 mil por ano.

“Com um plano de trabalho realizado com o Instituto, foi possível efetuar os atendimentos, evitando um aumento exponencial de pessoas no aguardo. Com esforço continuo da equipe do Braille, agora limpamos a fila gerada para o procedimento e o serviço passará, nos próximos meses, a atender aos agendamentos de pacientes novos oriundos do atendimento de rotina”, ressalta o gestor de Promoção da Saúde, Tiago Texera.

O diretor-técnico do Instituto, Everton Lima Gondim, também destaca a importância da atuação conjunta para dar vazão aos procedimentos. “No momento atual, estar sem fila de espera de pacientes procedentes de Jundiaí foi possível, também, graças ao empenho da Prefeitura, por meio da UGPS que facilitou o acesso rápido aos exames laboratoriais e clínicos pré-operatórios no Núcleo Integrado de Saúde (NIS), permitindo mais agilidade no fluxo de agendamento das cirurgias”, enfatiza.

Alívio
A catarata é uma opacificação do cristalino. Com o avançar da idade, o paciente perde progressivamente a transparência, tendo um embaçamento visual que pode levar a cegueira, sendo reversível apenas com a cirurgia.

A dona de casa Rosana Rocha passou pelo procedimento no dia 11 de junho e está aliviada por voltar a enxergar melhor. “Fui encaminhada pela UBS Rui Barbosa. Passei pela consulta, realizei os exames e, após duas semanas, fiz a cirurgia do olho esquerdo. O atendimento foi excelente e tudo foi muito tranquilo. Um dia depois, passei por consulta. Ainda estou em recuperação, mas minha visão deu uma boa clareada e estou enxergando tudo. Em julho, eu já tenho retorno”, comenta.

Na última quarta-feira (22) chegou a vez da auxiliar de limpeza Maria de Fátima Ferreira. “Depois da primeira consulta, foi bem rápido. Fiz os exames e faz duas semanas que me chamaram para a cirurgia. Estou ansiosa, porque vai ser muito importante para mim”, enfatizou, enquanto aguardada. “Estou bem e feliz. Já estou enxergando direito. Gostei muito do atendimento e, assim que me recuperar, farei a outra vista”, destacou, no dia seguinte.

A rede municipal de saúde de Jundiaí realiza os encaminhamentos a partir da rede de Atenção Básica. Após a realização das cirurgias, os pacientes continuam sendo acompanhados no Instituto Luiz Braille até a alta definitiva e com a prescrição de óculos, quando existe a necessidade.

Novo Dia
Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas