6.4 C
Jundiaí
sexta-feira, 20 maio, 2022

País registra alta de 4,8% em pedidos de recuperação judicial em abril

PUBLICIDADEspot_img

O Indicador de Falências e Recuperação Judicial da Serasa Experian, apontou que em abril o Brasil
registrou 65 pedidos de recuperação judicial. Um aumento de 4,8% em comparação com o mesmo mês de 2021, que obteve 62 solicitações. De acordo com o índice, o setor de Serviços impulsionou o número de pedidos, com 28 requisições ante as 38 feitas em abril do passado. Já no segmento da Indústria, o número de recuperação judicial aumentou de 7 para 15 pedidos.

Para o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, a crise econômica do país faz com que as empresas tenham dificuldades de se recuperarem, mesmo após a retomada dos negócios em decorrência da pandemia. “É complicado manter uma situação financeira estável tendo em vista que a alta inflação tem encarecido muito a vida dos brasileiros. Com isso, o fluxo de caixa das empresas continua sofrendo impactos negativos. Além disso, muitos negócios não conseguem sair do vermelho e a recuperação judicial acaba sendo a única alternativa. Com este cenário, diversas empresas devem seguir com esse desafio de não declararem falência”.

Com relação a análise por porte, as micro e pequenas empresas registraram 35 pedidos em abril, uma a menos que no mesmo mês do ano passado. Já as solicitações de recuperação judicial das médias e grandes empresas apontaram alta na comparação ano a ano. Os negócios de médio porte tiveram 19 pedidos, enquanto os grandes marcaram 11.

As solicitações de falência tiveram alta de 24,6% na relação entre abril de 2022 e o mesmo mês do ano anterior. As micro e pequenas empresas seguem liderando o número de pedidos, e houve um aumento no ano a ano, indo de 32 para 45. Em relação aos setores, o de Serviço teve mais pedidos, no entanto, apresentou queda em relação a 2021, passando de 42 para 39.

Novo Dia
Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

notícias relacionadas