14.4 C
Jundiaí
sexta-feira, 19 julho, 2024

Robinho é condenado em segunda instância pela Justiça italiana por estupro em Milão

A Corte de Apelação de Milão também referendou a pena de nove anos de prisão

A condenação do jogador Robinho e de seu amigo Ricardo Falco pelo crime de violência sexual contra uma mulher albanesa, em 2013, foi mantida pela Justiça italiana nesta quinta-feira (10). A Corte de Apelação de Milão também referendou a pena de nove anos de prisão.

A decisão da Justiça italiana sairá em 90 dias, e só então as defesas podem recorrer à Corte de Cassação.

Na audiência desta quinta-feira (10), a Corte de Apelação rejeitou o recurso apresentado pelos advogados do jogador e de Falco e ainda pode pedir o cumprimento de medidas preventivas (prisão ou prisão domiciliar), quando confirma uma sentença da primeira instância.

Contudo, como o jogador mora no Brasil e o país não extradita seus cidadãos, o judiciário italiano teria de emitir um mandado internacional de prisão para ser encaminhado ao Estado brasileiro. A prisão também pode acontecer caso o jogador pise em algum país europeu.

Robinho e Falco são acusados e condenados em duas instâncias por abusar sexualmente de uma mulher albanesa na boate Sio Café, em Milão, em janeiro de 2013. À época Robinho era um dos principais jogadores do Milan.

Novo Dia
Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas