15.4 C
Jundiaí
sexta-feira, 21 junho, 2024

Jundiaí inicia instalação de 175 novas câmeras

spot_img

Previsto no Plano Municipal de Segurança, o monitoramento por câmeras em Jundiaí ganha novos “olhos” com o investimento feito através da Unidade de Gestão de Segurança Municipal, para a instalação de 175 câmeras de monitoramento de alta tecnologia em toda a cidade. Os pontos abrangerão vias de acesso à entrada e saída da cidade que ainda não tinham a cobertura, além de avenidas e vias em geral.
Com a ampliação, Jundiaí contará com 460 câmeras e dobrará o sistema instalado pela Companhia de Informática de Jundiaí (Cijun) e operacionalizado pela Guarda Municipal de Jundiaí. O aparato da Central de Monitoramento, que está em fase final de construção no prédio do Centro Integrado de Emergência e Segurança (Cies), terá recursos modernos e infraestrutura de ponta para a ampliação da segurança na cidade.
“Segurança é essencial para uma cidade com qualidade de vida, como é Jundiaí. Para que isso, foram investidos mais de R$ 100 milhões em infraestrutura para nova sede, que terá uma central de monitoramento moderna, com tecnologia de ponta para receber e processar as imagens captadas pelas câmeras, em toda a cidade. É investimento de qualidade para a segurança da população”, comemora o prefeito Luiz Fernando Machado.
Nessa etapa, serão instaladas câmeras de leitura de placas em sete novas áreas da cidade até o final do ano. A instalação já foi iniciada. As câmeras já instaladas – ainda em 2012 – também serão renovadas para, por modelos mais eficientes com capacidade de além da geração de imagens, também farão leitura de placas, identificação de padrões como contagem de pessoas, veículos, entre outros. O mesmo acontecerá com as duas câmeras instaladas na Serra do Japi, que serão substituídas por câmeras térmicas com a capacidade de identificar focos de incêndio.
“A tecnologia que está sendo empregada nas câmeras e na central de monitoramento é equivalente às utilizadas por capitas como Salvador, São Paulo e Rio de Janeiro. Os softwares disponibilizarão dados analíticos, como contagem de pessoas, fluxo, orientação e monitoramento de situações, como esquecimento de objetos, entre outros”, comenta o presidente da Companhia de Informática de Jundiaí (Cijun), Amauri Marquezi.
Tanto a aquisição das câmeras e implantação das instalações lógicas para a ligação de pontos em toda a cidade até a central estão sendo feitas pela Cijun. A companhia também é responsável pela implantação da infraestrutura para a integração dos dados entre os serviços que estarão instalados no CIES – Samu – Defesa Civil – Trânsito – GM, além de hardware para a operacionalização do sistema, inclusive drones, que também fazem parte da estrutura lógica de segurança de grandes eventos e operações especiais. O investimento é de R$ 15 milhões.

PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas