15.4 C
Jundiaí
sexta-feira, 21 junho, 2024

Campo Limpo Paulista fará Conferência da Cidade

spot_img

Após 10 anos desde a última Conferência Nacional das Cidades realizada no Brasil, agora a população de Campo Limpo Paulista pode novamente contribuir para um futuro melhor para a cidade e o nosso país. A população pode ajudar através da Conferência da Cidade, que será realizada nos próximos dias 14 e 15 de junho, sendo dia 14 na Câmara e no dia 15 no prédio 6 da Unifaccamp.
Com o tema “A Cidade Que Temos, a Cidade Que Queremos”, a Conferência da Cidade é considerada uma etapa preparatória, participativa e colaborativa das discussões, debates e deliberações que ocorrerão na 6ª Conferência Nacional das Cidades, que será realizada no ano que vem. A última conferência foi realizada há mais de 10 anos e, assim como as demais nações, o Brasil mudou, acumulando aprendizados e novos desafios.
Para identificar e enfrentar esses desafios torna-se necessária a construção de uma Política Nacional de Desenvolvimento Urbano que, como indutora da redução das desigualdades socioespaciais, complemente o Estatuto da Cidade no sentido da promoção da necessária reforma urbana. É uma Política que precisa se adequar à diversidade dos 5.668 municípios brasileiros, e ser capaz de repensar como viver melhor nas nossas cidades.
“O objetivo da Conferência Municipal é, tendo em vista a cidade que temos, discutir e apresentar sugestões de diretrizes e prioridades para a Política Nacional de Desenvolvimento Urbano (PNDU), para serem discutidas, aprimoradas, votadas e aprovadas na Conferência Nacional das Cidades, para construirmos as cidades que queremos”, diz o prefeito Luiz Braz.
A partir da realidade local, da história e desafios enfrentados pelo município nos últimos anos e, principalmente, dos anseios sobre a cidade que a população quer ter para morar e viver, na conferência serão debatidos temas tais como: Mudança climática, transformação digital, transformação demográfica, equidade e justiça sócio territorial, espaços públicos inclusivos, desenvolvimento econômico com justiça social, mobilidade sustentável, saneamento ambiental e moradia digna.

PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas