15.4 C
Jundiaí
sexta-feira, 21 junho, 2024

Liga das Nações: homem é detido após gravar partes íntimas das atletas

spot_img

Na última terça-feira (21), no Rio de Janeiro, um homem foi detido sob a acusação de registrar imagens das partes íntimas de atletas durante os jogos da Liga das Nações feminina de vôlei, realizados no Maracanãzinho.

A denúncia partiu da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), que colaborou com a Polícia Civil ao fornecer informações sobre o suspeito. Até o momento, não foi possível contatar a defesa do acusado.

De acordo com a Polícia Civil, funcionários no local flagraram o momento em que o acusado, em posição de ocultamento, teria capturado as imagens. A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) foi alertada pela empresa encarregada da segurança da etapa brasileira da Liga das Nações sobre a conduta inadequada de um dos prestadores de serviço do evento, que estaria filmando partes íntimas das atletas em quadra durante as partidas, conforme comunicado da CBV em nota.

Após ter acesso a tais informações, a entidade registrou um Boletim de Ocorrência junto ao 5º Distrito Policial da capital fluminense. Além disso, o prestador de serviços foi imediatamente desligado e seu contrato foi encerrado. Um mandado de busca e apreensão foi executado no local onde ele estava hospedado.

“A CBV reitera seu compromisso em não tolerar qualquer forma de assédio ou desrespeito, e em zelar pela integridade de todos os envolvidos em suas competições. Estamos sempre disponíveis para colaborar e agir em conjunto com as autoridades competentes. Além disso, priorizamos a contratação de empresas de segurança qualificadas e preparadas para nossos eventos, e mantemos um Canal de Denúncia aberto para atletas, público e demais envolvidos”, explicou a entidade.

O acusado teria utilizado uma câmera fotográfica equipada com lentes de aumento. Dispositivos eletrônicos, como notebook, celular e cartões de memória, foram encontrados em sua posse, contendo gravações realizadas no Maracanãzinho e também em partidas de vôlei de praia no Recife, com conteúdo de natureza semelhante. Ele será acusado de importunação sexual e de registro não autorizado da intimidade sexual.

PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas