16.6 C
Jundiaí
sexta-feira, 24 maio, 2024

Jovens estão cada vez mais carecas

spot_img

42 milhões de brasileiros têm algum grau de calvície, de acordo com estimativas da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Dentro desse total, aproximadamente 25% são pessoas jovens, de 20 a 25 anos, sendo que a quantidade de mulheres está muito próxima ao número de homens; dessa forma, fala-se em quase metade dos afetados são do gênero feminino.
De acordo com a especialista no tema, Cibele Luziê, a calvície não afeta apenas a estética, mas também tem consequências significativas na vida emocional e social das pessoas. Responsável pelo Instituto Fio Terapia Capilar, ela revela ouvir constantes relatos sobre baixa autoestima, ansiedade e até mesmo depressão devido à perda de cabelo.
“O que as pessoas não entendem é que a maioria dos casos tem tratamento, ainda mais se a intervenção começar nos primeiros sinais de queda”, alerta Cibele Luziê. “Fique atento a sinais como perda significativa durante o banho ou ao pentear os cabelos. Perceba se teve alguma doença mais aguda ou viveu algum momento de tensão, estresse ou tristeza extrema, pois são casos que podem desencadear desprendimento repentino dos fios”, explica ao lembrar que fatores genéticos e ambientais também podem interferir.
A boa notícia é que existem vários tratamentos em diversos níveis no mercado. O trabalho para frear a perda e, até, para recuperar o que já foi perdido vai da aplicação de óleos essenciais a transplante capilar. “Cada caso precisa de um estudo para saber qual é a melhor técnica a ser utilizada”, detalha. “É possível fazer intervenções com PRP, com excelentes resultados; há também o uso de ozonioterapia, laser, Led e injetáveis (vitaminas) com ativos de crescimento”, completa a especialista ao enfatizar: cirurgia de transplante é o último caso, lembrando o fato de ser necessário uma área doadora (geralmente os fios de cabelo da parte de trás da cabeça , próximos da nuca) para realizar o procedimento.
Para tratamentos de recuperação capilar sem cirurgia, os valores das sessões variam de R$ 450 a R$ 600 Com mais de 4 mil pacientes atendidos em sua clínica em Brasília, Cibele Luziê garante que, em algumas situações, há resposta já nas primeiras etapas do tratamento; porém, de maneira geral, o recomendado são de cinco a 10 sessões de terapia capilar.

PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas