16.6 C
Jundiaí
sexta-feira, 24 maio, 2024

Em uma década, Guarda Municipal de Jundiaí cresce 170%

spot_img

O orçamento de R$ 120,9 milhões (anteriormente à corporação eram destinados R$ 40,3 milhões), permitiu à Guarda Municipal de Jundiaí um crescimento de 170% nos últimos 10 anos. Com isso, o número de atendimentos que era de 5 mil saltou para 15 mil, graças ao efetivo que também aumentou de 300 guardas para 465 integrantes. A corporação, que completará 75 anos em novembro de 2024, está de mudança, sendo transferida para dois novos prédios construídos exclusivamente para abrigar a GMJ.

De acordo com o levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2014, a população de Jundiaí atingia a marca de 323.397. Uma década depois, são 443.221 pessoas, o que representa aumento de 37%. Os investimentos em andamento para a corporação se aproximam de R$ 100 milhões, nos últimos anos, incluindo as construções e equipamentos para a operacionalização das novas sedes, na avenida 14 de Dezembro e no bairro do Medeiros.

O investimento garantiu também que o “Anjos da Guarda” se tornasse lei, que as câmeras de segurança fossem ampliadas, os armamentos reforçados, novos veículos adquiridos e a formação dos guardas municipais por meio de cursos de capacitação. Os novos prédios do Centro Integrado de Emergência e Segurança (Cies) e o Canil da GM devem reforçar as melhorias nos serviços prestados, embora não haja data de entrega.

Em 2024

O orçamento para a Segurança Municipal para 2024 é de R$ 124 milhões. As construções dos dois prédios, iniciadas em 2021, terá uma estrutura predial projetada exclusivamente para a corporação, com equipamentos e tecnologia específicos. No Cies, por exemplo, além a sede da Unidade de Gestão de Segurança Municipal e da Guarda Municipal, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e o Serviço de Atendimento a Pacientes Especiais e Crônicos (SAEC) e a Defesa Civil também terão prédios centralizados no complexo, incluindo a sala de inteligência e monitoramento que facilitará a identificação, comunicação e ação às ocorrências na cidade

De acordo com a gestora de Segurança Municipal (UGSM), Carla Basson, os investimentos fazem parte do Plano Municipal de Segurança, implementado em 2021. “Jundiaí é uma cidade que tem crescido muito rapidamente, e a segurança precisa acompanhar na mesma velocidade. Investimos em novas tecnologias de comunicação, armamentos, viaturas e infraestrutura, tecnologia assertivas e direcionadas ao atendimento das principais demandas do cidadão. Poucas cidades brasileiras contam com um equipamento desses, com serviços integrados e inteligentes, que trazem mais eficiência na prestação do serviço”, detalha.

“Em todos os anos de corporação, esses são os investimentos de maior volume que estão sendo realizados. Podemos dizer que será um marco na história da GMJ, prestes a completar 75 anos de existência”, celebra o comandante Benedito Marcos Moreno.

PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas