16.4 C
Jundiaí
quarta-feira, 29 maio, 2024

São Vicente inicia implantação de governança de rede

spot_img

O complexo formado por unidades de saúde administradas pelo Hospital de Caridade São Vicente de Paulo cresce mais a cada dia. Atualmente, essa estrutura de urgência e emergência – composta por quatro unidades de Prontos Atendimentos e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que também contam com o apoio de mais dois ambulatórios, sendo um de Especialidades e outro de Ortopedia – passará por processo de qualificação integrada para certificação em rede juntamente com seis Unidades Básicas de Saúde. O objetivo é garantir o alinhamento das ações nos serviços e a padronização dos atendimentos.
Em parceria com o Instituto Qualisa de Gestão, as ações tiveram início em fevereiro, por meio de encontros de capacitação e formação do Núcleo Central de Qualidade, voltados às lideranças de áreas estratégicas. A proposta promoveu a criação de times de gestão integrada em cada unidade a fim de mapear os pontos a serem trabalhados. Por meio da metodologia, é possível integrar todas as estruturas, promover a melhoria da qualidade e segurança do paciente, mitigar riscos e manter a responsabilidade e sustentabilidade no sistema de saúde. Agora, na segunda fase das ações, todas as unidades externas passam por diagnóstico individual, com avaliações criteriosas acerca dos processos executados e estruturas. As visitas técnicas terminam nesta sexta-feira (5) e são realizadas por uma equipe especializada do IQG.
Mara Machado, sócia fundadora e CEO do IQG, frisa o marco da iniciativa na história do Sistema Único de Saúde (SUS). “Eu acredito que o que vocês estão iniciando aqui vai ser um case dentro do SUS, do qual faço parte desde sua construção, há 35 anos. Mesmo pensando em rede integrada desde essa época, nunca conseguimos aplicar em município nenhum. Fico feliz pelo HSV estar quebrando essa barreira para entender a saúde de uma maneira ampla e com o apoio do município, já que saúde é uma questão que envolve todas as áreas da gestão pública. Quando você resgata a saúde das pessoas, você oferece para elas uma nova forma de viver”.
“Nós vamos dar o passo que o Sistema Único de Saúde precisa, isso é fato. É necessário uma organização e estratégia de governança e sustentabilidade fundamentada para acolher as necessidades e demandas que o SUS nos apresenta. Temos um grande desafio, mas vamos trabalhar no processo de transformação em conjunto, tirar os planos do papel e colocá-los em prática. As ações constroem nossa trajetória para mudanças permanentes”, finaliza o gestor de Governo e Finanças da Prefeitura de Jundiaí, José Antonio Parimoschi.

PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas