14.5 C
Jundiaí
domingo, 26 maio, 2024

Potencial bloqueio do TikTok na Europa preocupa autoridades

spot_img

Depois dos Estados Unidos, a ByteDance pode se envolver em outra disputa com as autoridades, desta vez na União Europeia. Durante um debate eleitoral em busca da reeleição, a presidente da Comissão Europeia (CE), Ursula von der Leyen, indicou que um possível bloqueio da rede social no bloco não está fora de cogitação, levantando preocupações nesta segunda-feira (29).

Bloqueio do Tik Tok é cogitado pela CE

Apesar de ter ocorrido logo após os Estados Unidos aprovarem a legislação que poderia resultar no bloqueio do TikTok, a Comissão Europeia já adotou medidas contrárias à rede social em um passado recente. Isso inclui a proibição da plataforma em dispositivos utilizados por funcionários, medida estabelecida no início de 2023.

Além disso, a rede social da ByteDance está sendo investigada pela União Europeia por suas práticas de coleta de dados e enfrenta pressão para se adequar à Digital Services Act (DSA), legislação que regula os serviços digitais na Europa. No segundo caso, caso o TikTok não cumpra as normas estabelecidas, corre o risco de ser banido da região.

Tik Tok rebate em nota

Em nota,o TikTok rebateu as críticas e informou que vai investir em um projeto para reforçar a proteção de dados. Veja o posicionamento na íntegra:

“Esses receios são infundados e se baseiam em falsas premissas. O TikTok planeja investir 12 bilhões de euros nos próximos dez anos no Projeto Clover, uma iniciativa pioneira no setor para reforçar ainda mais a segurança de dados. O nosso primeiro centro de dados irlandês está ativo e temos uma parceria com especialistas líderes em segurança cibernética, como o Grupo NCC, que já começaram seu trabalho em realizar verificações e validações, de maneira independente, a respeito dos nossos parâmetros.”

Tik Tok x EUA

A declaração da presidente da Comissão Europeia ocorreu poucos dias após o governo dos Estados Unidos aprovar uma legislação que obriga a ByteDance a vender o TikTok. Caso contrário, a rede social corre o risco de ser bloqueada no país, seja pelos aplicativos para Android e iOS ou pelo site.

Apesar da recente promulgação, isso não implica um banimento imediato do aplicativo. A ByteDance tem nove meses para vender a plataforma, com a possibilidade de uma prorrogação de até 90 dias. No entanto, a empresa não demonstra intenção de vender a plataforma.

“Esta lei inconstitucional é uma proibição do TikTok, e vamos contestá-la em tribunal. Acreditamos que os fatos e a lei estão claramente do nosso lado e, em última instância, prevaleceremos”, declarou o TikTok na última quarta-feira (24) em comunicado.

PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas