14.5 C
Jundiaí
domingo, 26 maio, 2024

Lira sinaliza que irá autorizar 5 novas CPIs na Câmara

spot_img

Após afirmar que o ministro das Relações Institucionais de Lula, Alexandre Padilha é incompetente, o presidente da Câmara dos Deputados. Arthur Lira (PP-AL), sinalizou a líderes de bancada que irá autorizar a instalação de cinco Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs). O comunicado deve ser oficializado para os 513 deputados nesta quarta-feira (17), junto com as especificações sobre quais os pedidos de comissão serão atendidos.
Ele não citou as comissões a serem anunciadas, mas há uma profusão de propostas, sobretudo da oposição, que pede investigações sobre o escândalo de corrupção dos respiradores fantasmas, no qual está implicado o ex-governador da Bahia Rui Costa (PT), atual ministro da Casa Civil, até os pedidos para instalaçãoda CPI do Abuso de Poder de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).
Ao abrir as investigações, Lira contraria o Planalto. A torcida da oposição é para que o alagoano institua, por exemplo, a CPI do abuso de autoridade, que se propõe a investigar suposta ofensiva do judiciário contra a liberdade de expressão e o devido processo legal. O presidente do colegiado deve ser o deputado Marcel Van Hattem (Novo-RS).
Outra Comissão aguardada no bojo da piora no clima entre Lira e Governo é a CPI do Marajó. O requerente da Comissão, deputado Paulo Bilynskyj (PL-SP) disse que buscava com o presidente da Câmara alinhamento para começar os trabalhos ainda no primeiro semestre deste ano.
Outra proposta que ganha força com o desgaste na relação entre Lira e governo Lula, é a PEC das prerrogativas, que freia a presença da Polícia Federal nas imediações da Câmara, de autoria do deputado Rodrigo Valadares (União-SE).

PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas