18.4 C
Jundiaí
terça-feira, 28 maio, 2024

Frente fria deve atingir o país nesta semana

spot_img

O calorão que marcou o início do mês está com os dias contados. Segundo informações do Climatempo, uma frente fria avança em direção à região sul, prometendo trazer temperaturas mais amenas para diversas partes do país no final desta segunda semana de abril.
A previsão é de que a nova frente fria se intensifique entre o Uruguai e o Rio Grande do Sul a partir da segunda-feira (8), trazendo tempestades severas na região. Na quarta-feira (10), a zona de baixa pressão poderá se aprofundar e formar um ciclone, impulsionando uma massa de ar frio em direção ao centro do país, alcançando inclusive as regiões Norte e Nordeste.
A movimentação atmosférica sugere a chegada da primeira friagem do ano entre quinta (11) e sexta-feira (12), com temperaturas baixas que se intensificarão ainda mais ao longo da segunda quinzena do mês, especialmente nas regiões Sul e Sudeste. Estima-se que a partir de domingo (14), as mínimas nas regiões Sul e Sudeste possam registrar valores abaixo de 10°C.
Em áreas como a Serra Catarinense e a Serra Gaúcha, as temperaturas podem chegar a valores inferiores a 4°C, aumentando as chances de formação de geada. Além das baixas temperaturas, a frente fria também trará riscos de volume excessivo de chuvas, principalmente para a zona costeira de São Paulo e Rio de Janeiro.
Os estados mais impactados pelas quedas de temperatura provocadas pela frente fria de abril serão São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul.
A previsão do Inmet
Região Norte: pancadas de chuvas no decorrer da semana, com valores maiores que 80 mm em áreas do Amazonas, Pará, e Tocantins, que podem vir acompanhadas de raios, rajadas de vento e trovoadas. Haverá ausência de chuva em Roraima e noroeste do Pará.
Região Nordeste: áreas de forte instabilidade no norte dos estados do Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, bem como no interior da Paraíba, onde a previsão indica chuvas superiores a 80 mm. Interior da Bahia, Pernambuco, Alagoas e Sergipe, não há previsão de chuva.
Região Centro-Oeste: as chuvas deverão ser mais localizadas na parte oeste da região durante a semana, com volumes superiores a 40 mm. No centro-sul de Mato Grosso do Sul, o total de chuva poderá ultrapassar os 70,0 mm. Por outro lado, nas demais áreas, são previstos menores volumes, principalmente no leste de Goiás e Distrito Federal.
Região Sudeste: a previsão é tempo quente e seco em grande parte da região, principalmente no norte de Minas Gerais. No sudeste e leste de São Paulo e Rio de Janeiro, são previstas pancadas de chuvas com volumes que podem ultrapassar os 60 mm, especialmente no fim desta semana.
Região Sul: a frente fria que avança sobre o oceano ainda irá provocar chuvas intensas sobre Santa Catarina e Paraná ao longo da semana. No Rio Grande do Sul, os maiores volumes de chuva devem ocorrer mais para o fim de semana e podem vir acompanhadas de raios, rajadas de vento, trovoadas e possíveis queda de granizo.

PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas