18.4 C
Jundiaí
terça-feira, 28 maio, 2024

Campanha de Vacinação contra a Gripe vai até 31 de maio

spot_img

Há um mês, teve início a Campanha de Vacinação contra a Influenza – gripe, e apenas 20% da meta de cobertura vacinal do público-alvo, estabelecida em 90%, foi alcançada, totalizando 4.793 doses aplicadas. Diante desse cenário, a Secretaria de Saúde de Campo Limpo Paulista continua a atender os grupos prioritários até o dia 31 de maio. A vacinação ocorre em todas as Unidades Básicas de Saúde, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h30 e das 13 às 15 horas.
Segundo a coordenadora da vigilância epidemiológica, Cristiane Hurtado Ziviani Tonetto, a imunização visa reduzir complicações, internações e mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus nesta época de maior circulação viral. “Estamos empenhados em fortalecer a imunidade da população durante esta estação do ano, que é propícia a casos gripais. Realizamos até mesmo o Dia D (13 de abril) para ampliar a vacinação desse público e abranger uma faixa etária mais ampla. No Dia D, foram aplicadas 394 doses, o que representa 1,45% do público esperado”, explica a coordenadora.
Para receber a vacina, a população deve comparecer à unidade de saúde portando documento de identificação, cartão SUS, caderneta de vacinação e comprovante de classificação como grupo prioritário (laudo médico, documento funcional para os grupos profissionais atendidos, entre outros).
Neste momento, a imunização está restrita aos grupos prioritários: crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias); trabalhadores da saúde; gestantes; puérperas; professores do ensino básico e superior; povos indígenas; idosos com 60 anos ou mais; pessoas em situação de rua; profissionais das forças de segurança e salvamento; profissionais das Forças Armadas; pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, independentemente da idade; pessoas com deficiência permanente; caminhoneiros; trabalhadores de transporte coletivo rodoviário para passageiros urbanos e de longo curso; trabalhadores portuários; população privada de liberdade e funcionários do sistema de privação de liberdade, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas.

PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas