18.3 C
Jundiaí
terça-feira, 28 maio, 2024

Tarifas dos serviços postais serão atualizadas em 4,39% a partir de abril

spot_img

A partir de 3 de abril, os serviços postais oferecidos pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos sofrerão um aumento de 4,39%.

O reajuste, baseado na variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 2023, foi oficializado por meio de uma portaria do Ministério das Comunicações publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (25).

A tarifa para envio de cartas e cartões postais nacionais de até 20 gramas (g) será ajustada de R$ 2,45 para R$ 2,55. Já a tarifa máxima, para envios de 450g a 500g, passará de R$ 13,35 para R$ 13,80.

O franqueamento autorizado de cartas (FAC) simples também sofreu reajuste, podendo variar de R$ 2,27 a R$ 12,17, dependendo do peso em gramas.

Para o telegrama nacional, os valores serão diferenciados de acordo com a modalidade escolhida: R$ 10,74 via internet, R$ 12,96 para o serviço prestado por telefone e R$ 15,56 nos casos de contratação pré-paga nas agências.

Para o envio de malotes com grandes volumes, calculados em quilos e contratados por pessoa jurídica, é necessário consultar a tabela de distância e peso disponibilizada no site dos Correios.

Os envios internacionais serão cobrados por grupos de países separados por região, sendo cinco grupos:

  • Grupo 1 (Argentina, Paraguai e Uruguai);
  • Grupo 2 (demais países da América do Sul);
  • Grupo 3 (Américas Central e do Norte);
  • Grupo 4 (Europa);
  • Grupo 5 (Ásia e Oriente Médio, África e Oceania).

Os valores para esses envios podem variar de R$ 4,30 a R$ 239,60, dependendo do peso em gramas e do grupo do país para envio.

PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas