13.8 C
Jundiaí
segunda-feira, 22 abril, 2024

Jundiaí propõe agenda para a Infância

spot_img

À frente da Unidade Temática das Infâncias, a Prefeitura de Jundiaí esteve presente no Encontro de Coordenação Anual da rede Mercocidades, realizado entre os dias 19 e 20 de março no Edifício Mercosul, em Montevidéu, para apresentar as propostas do grupo de trabalho que irão compor o calendário oficial da rede para 2024.
Criada em novembro de 2023 por iniciativa da Rede Jundiaí de Cooperação, vinculada à Unidade de Gestão de Governo e Finanças, a Unidade Temática possui como seus principais objetivos a troca de experiências e boas práticas com foco na proteção e desenvolvimento infantil, fortalecendo a colaboração entre cidades da região de modo a promover o protagonismo e a autonomia das crianças e tornar os ambientes urbanos mais acessíveis, inclusivos e participativos.
“Graças aos investimentos realizados nas infâncias a partir do programa municipal Cidade das Crianças, e do sucesso das políticas implementadas, Jundiaí tem se estabelecido como referência internacional na temática. Com participação consolidada nas Redes Urban95 e na Rede Latino-Americana – Cidade das Crianças, inclusive como sede da Rede Brasileira, o município potencializa o alcance dessas políticas também no âmbito da Mercocidades”, explica o prefeito Luiz Fernando Machado.
Representando a cidade, o assessor da Unidade de Governo, Rafael Andreotti, propôs a realização de um diagnóstico regional sobre políticas para a infância, além da organização de encontros formativos e elaboração de documento para o compartilhamento de boas práticas.
Também esteve em pauta o 2º Encontro Cidade das Crianças, previsto para o segundo semestre em Jundiaí, e que passa a integrar o calendário oficial da Unidade Temática das Infâncias e da Rede Mercocidades.
“A atuação da Unidade Temática busca transmitir a perspectiva de que a priorização das infâncias implica no comprometimento com um modelo com grande potencial para a redução das desigualdades e para a promoção de cidades mais acessíveis e inclusivas, tendo as crianças e os demais cidadãos como protagonistas. Afinal, uma cidade boa para as crianças é boa para todos”, ressalta Rafael.
O encontro contou com a presença de cidades da Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai, além de outros municípios brasileiros. Também participaram representantes de organizações como o Banco de Desenvolvimento da América Latina e Caribe, a Organização Internacional para as Migrações e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento.
No final do evento, houve ainda a possibilidade de uma visita técnica ao Montevideo Lab, órgão da Prefeitura de Montevidéu, que desenvolve ações relacionadas à infância. Na ocasião, foram discutidos projetos de ambos os municípios e futuras possibilidades de cooperação.

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas