16.4 C
Jundiaí
quarta-feira, 29 maio, 2024

Ciclos formativos reforçam o trabalho da coordenação

spot_img

Vinculados ao eixo da formação de educadores do programa Escola Inovadora, a Unidade de Gestão de Educação deu início na última semana a três novos ciclos formativos para este ano letivo, sobre os temas “Consciência Fonológica”, “Alfabetização, incentivo à Leitura e Escrita”, além da “Abordagem Pikleriana no cuidado dos bebês e crianças”.
As formações foram realizadas no auditório da Biblioteca Municipal Professor Nelson Foot (Complexo Argos), com a mediação de palestrantes renomadas e as presenças das equipes gestores das escolas da rede municipal.
“A proposta destes encontros é realizar a formação dos coordenadores pedagógicos para que eles possam conduzir, dentro de cada tema, a formação in loco com suas equipes. Trata-se de um cronograma de formação pensado em ciclos e por segmento, englobando desde a Educação Infantil I até o Ensino Fundamental. Além do encontro com os coordenadores, as formadoras gravam videoaulas para compor os ciclos formativos, as quais ficam disponíveis para todos os educadores, na plataforma Google Sala de Aula”, comentou a diretora do Departamento de Formação da UGE, Sílvia Magalhães.
Na quinta-feira (14) foi a vez do encontro inicial do ciclo formativo com tema “Consciência Fonológica na Educação Infantil 2: Continuidade” e que teve a mediação da fonoaudióloga Diana Melissa Faria, especialista em voz e mestre no tema. O objetivo da formação é o aprofundamento de conteúdos, atividades e brincadeiras que incentivem a Consciência Fonológica nas crianças dos grupos de quatro e cinco anos, com foco no desenvolvimento de habilidades de linguagem, de oralidade e reflexão sobre a língua que sustentarão as aprendizagens da leitura e da escrita.
Na sexta-feira (15), com foco na Educação Infantil I (crianças de zero a três anos), teve início a formação “Cuidado com bebês e crianças nos espaços coletivos – Inspirações da Abordagem Pikleriana”, com a arte-educadora e mestre em Comunicação e Semiótica Carmen Orofino. A partir dos princípios básicos da abordagem da pesquisadora húngara Emmi Pikler, a formação visa contextualizar os diferentes aspectos do desenvolvimento infantil e o cuidado dos bebês e crianças pequenas nos espaços coletivos, relacionando a atenção dos educadores durante os momentos de cuidado com o desenvolvimento da autonomia e construção do conhecimento.
Na última quinta-feira (21), a fonoaudióloga, psicopedagoga e especialista no ensino de Língua Portuguesa Silvia Juhas conduziu o primeiro encontro do ano da formação “Leitura e Escrita: a práxis educativa e seus contextos”. Com foco no Ensino Fundamental, a formação tem como objetivo revisar os conteúdos que a formadora tem tratado com a rede municipal nos últimos três anos e buscar novas estratégias para a efetivação do trabalho com alfabetização, leitura e produção textual.

PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas