25.8 C
Jundiaí
sábado, 20 abril, 2024

Alimentação escolar motiva visita de organizações internacionais

spot_img

As iniciativas do programa Escola Inovadora com foco na alimentação escolar motivaram a visita, na quinta-feira (7), de representantes de diversas organizações internacionais interessados em conferir políticas públicas realizadas pela Prefeitura no segmento. A visita iniciou-se, pela manhã, com a ida da comitiva ao Vale Verde e prosseguiu na Horta Urbana do Jardim Guanabara e na Emeb Professor Jânio da Silva Quadros, no Eloy Chaves, no período da tarde.
O grupo foi composto por Sarah Page e Peiman Milani, respectivamente, dos escritórios de Nova Iorque (Estados Unidos) e de Nairóbi (Quênia) da Fundação Rockefeller; Joelcio Carvalho, do escritório de Brasília do Programa Mundial de Alimentos da Organização das Nações Unidas (ONU); Fabrício Muriana, do Instituto Regenera; e Thaís Barreto, do Instituto Comida do Amanhã, organização com a qual o Município já atua pelo Laboratório Urbano de Políticas Públicas Alimentares.
Fabrício explicou a escolha pelo município. “Temos atuado em diversos municípios paulistas e cariocas em diferentes projetos focados em Agricultura Regenerativa e no vínculo entre Agroecologia e alimentação escolar, e soubemos que Jundiaí tem uma série de iniciativas que vão ao encontro de ambas as frentes. Por isso, quisemos buscar aqui bons exemplos que possam motivar o debate internacional acerca da importância da proteção à biodiversidade, compartilhando assim com outros parceiros.”
Reiman reforçou o motivo da visita. “A Fundação busca uma abordagem de sistemas alimentares que combinem métodos regenerativos e desenvolvimento. A alimentação escolar faz parte disso, pois combina diversos dos objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS) da ONU e é capaz de motivar todo o sistema produtivo. O Brasil é uma potência nessas frentes e quisemos conferir o modelo de Jundiaí.”
Agricultura Regenerativa trata da produção alimentar de modo sustentável e rentável, com um olhar atento à promoção da biodiversidade e preservação dos sistemas e à garantia de nutrição das populações.
No Vale Verde, a diretora do Departamento de Alimentação e Nutrição da Unidade de Gestão de Educação, Maria Ângela Delgado, apresentou um panorama do trabalho desenvolvido.

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas