18.3 C
Jundiaí
terça-feira, 28 maio, 2024

Série de Harry Potter estreia somente em 2026

spot_img

O CEO da Warner Bros., David Zaslav, confirmou o seu envolvimento no projeto da série de TV Harry Potter, cujo lançamento está planejado para 2026, incluindo um período de preparação necessário para garantir que a qualidade e a fidelidade ao universo do romance sejam mantidas. Já os fãs seguem ansiosos para ver como a história de J. K. Rowling será expandida e explorada em um novo formato.

“Eu estava em Londres há algumas semanas e passei um tempo conversando com J.K. [Rowling] e seu time. Ambos os lados estão empolgados de estar retomando essa franquia. Nossas conversas foram ótimas, e eu não poderia estar mais empolgado para o que virá”, declarou.

“Nós estamos ansiosos para compartilhar uma década de novas histórias com fãs de todo o mundo no Max. A nossa intenção é lançar em 2026”, revelou.

As informações iniciais divulgadas sobre o projeto indicavam que a série seria composta por sete temporadas, cada uma delas baseada em um dos aclamados livros da série “Harry Potter”. Essa abordagem sugere uma estrutura narrativa que seguiria de perto a jornada épica do jovem bruxo, desde seu primeiro ano na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts até o confronto final com o temido Lorde das Trevas, Voldemort.

Com cada temporada focando em um livro específico, os fãs podem esperar uma imersão profunda no rico e fascinante mundo criado por J.K. Rowling, com a oportunidade de reviver os momentos emblemáticos da série literária de uma maneira completamente nova e emocionante.

A saga Harry Potter

A saga do jovem bruxo é indiscutivelmente uma das séries de livros mais populares e impactantes de todos os tempos. Desde o lançamento da primeira edição, mais de 600 milhões de cópias foram vendidas em todo o mundo, tornando-se um fenômeno literário verdadeiramente global.

Além disso, os livros foram traduzidos para incríveis 85 idiomas, permitindo que pessoas de diversas culturas e países mergulhem no mundo mágico e envolvente criado por J.K. Rowling. Esses números impressionantes são um testemunho não apenas do talento da autora, mas também da universalidade e do apelo duradouro da história de Harry Potter, que continua a encantar e cativar leitores de todas as idades ao redor do globo.

Cada uma das sete obras da série “Harry Potter” foi adaptada para o cinema pela Warner Bros. O primeiro filme, “Harry Potter e a Pedra Filosofal”, estreou em 2001, enquanto o último, a segunda parte de “Harry Potter e as Relíquias da Morte”, chegou às telonas em 2011. Esses filmes, lançados mundialmente, acumularam mais de US$ 7,7 bilhões em bilheteria, solidificando-se como uma das franquias cinematográficas mais lucrativas de todos os tempos.

O sucesso global da série inspirou uma série de empreendimentos adicionais, incluindo a sequência spin-off “Animais Fantásticos”, a criação de atrações em parques temáticos, a aclamada peça teatral “Harry Potter e a Criança Amaldiçoada” na Broadway e, mais recentemente, o videogame “Hogwarts Legacy”. Lançado em 2023, o jogo quebrou recordes de audiência mesmo antes de seu lançamento oficial, destacando o contínuo fascínio e a devoção dos fãs pelo universo de Harry Potter.

Apesar do sucesso contínuo da franquia, a criadora das histórias, J.K. Rowling, enfrentou críticas significativas após fazer declarações consideradas transfóbicas em 2020 e 2021. Essas polêmicas foram intensificadas quando Rowling lançou um livro com uma personagem que foi acusada de promover a transfobia. Embora fontes tenham afirmado à Bloomberg que Rowling estará envolvida na criação da série de TV para garantir a fidelidade ao enredo original, ela não será a showrunner, refletindo a preocupação em separar sua controvérsia pessoal das obras que criou.

PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas