22.3 C
Jundiaí
sábado, 2 março, 2024

Saúde alerta sobre aumento de casos de dengue

spot_img

Os casos de dengue estão em alta em toda região e a Prefeitura de Itatiba segue no combate à doença. A Secretaria de Saúde, através do Programa Inova Saúde, informa que até o momento, são 214 casos confirmados. “Mesmo diante do aumento de casos, não registramos óbito pela doença. Vamos continuar trabalhando juntos para combater e cuidar da saúde de nossa população”, afirma o secretário de Saúde, Renan Dias Irabi.
No último dia 20, no Jardim das Nações, o primeiro bairro a registrar contaminação dentro do município em 2024, a Prefeitura retirou cinco caminhões de possíveis criadouros e fez uso de drone para detectar e combater focos. “Na UBS do Nações, foi criado um centro de hidratação para atender a população que necessita”, contou o secretário.
A atenção aos sintomas é essencial para que busque atendimento em uma unidade básica de Saúde (UBS) ou na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA). “Esta ação contribui para diagnósticos precoces, com avaliação médica, e tratamentos efetivos”, incentivou Renan.
Os principais sintomas são febre alta (acima de 38°C), dor na cabeça, no corpo e articulações, dor atrás dos olhos, mal-estar, falta de apetite, dor de cabeça e manchas vermelhas no corpo.
O mosquito Aedes aegypti, vetor da doença, se cria em água limpa e parada. Junto com o calor, as larvas se desenvolvem mais rapidamente, trazendo risco à saúde pública. Agentes comunitários de saúde (ACS) passam regularmente pelas casas verificando e removendo possíveis focos de reprodução do mosquito.
É importante que os moradores colaborem permitindo as visitas, cuja duração, em média, é de 15 minutos. “Essa cooperação ativa é essencial para a eficácia das ações preventivas”, destacou o secretário.
Os agentes – incluindo os de combate às endemias (ACE) – estão sempre identificados e à disposição para fornecer orientações aos moradores e distribuir material informativo.
O combate à dengue só é possível com a colaboração de todos. Por isso, o alerta segue para que toda a população elimine possíveis focos de água parada em casa.
Seguem as recomendações como: manter recipientes fechados, colocar areia nos pratos de planta, limpar calhas regularmente, manter caixas d’água limpas, telas em janelas e portas e usar repelente – quem quer prevenir a doença e quem já foi picado, para quebrar o ciclo de novos contágios.
Denúncias de focos suspeitos devem ser feitas pelos telefones: 11 4538-8596 e 4538-6239, e também pelo E-Ouve, no www.itatiba.sp.gov.br.

PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas