14.7 C
Jundiaí
segunda-feira, 22 abril, 2024

Jardins de Chuva do Projeto RenovAção já estão em escolas

spot_img

Além das obras e manutenções realizadas durante o período de férias escolares, as Emeb Ivo de Bona (Almerinda Chaves), Marly de Marco Pereira (Fazenda Grande) e Comendador Hermenegildo Martinelli (Caxambu) contam desta vez com uma novidade. Durante as últimas semanas, as três unidades escolares ganharam um Jardim de Chuva, implementado pelas equipes do Projeto RenovAção, iniciativa da Coca-Cola desenvolvida em parceria com a Prefeitura, junto à Unidade de Gestão de Educação, e coordenação da Gaia Social.
Além do impacto paisagístico, a instalação dos Jardins de Chuva busca a eficiente utilização da água das chuvas, juntamente com o propósito de captá-las e ampliar a capacidade de infiltração, reduzir a velocidade dos escoamentos e evitar alagamentos. Com diversas iniciativas de sustentabilidade, o projeto em Jundiaí chegou em 2023 ao seu quinto ano, com impacto em dez unidades escolares da rede, por meio de iniciativas como a elaboração de planos de aula, plantios de mudas de árvores, construção de maquetes, além dos Jardins de Chuva.
A gerente de ESG e Comunicação Externa da Coca-Cola, Tamires Silvestre, falou da importância e impacto da parceria. “A instalação dos Jardins de Chuva permite que os alunos desenvolvam atividades práticas sobre os temas abordados no programa e reforça o propósito do RenovAção de contribuir com a conscientização sobre a preservação ambiental nas comunidades participantes do projeto.”
A parceria com a Prefeitura para o projeto foi viabilizada pela Rede Jundiaí de Cooperação, da Unidade de Gestão de Governo e Finanças. O gestor da pasta, José Antonio Parimoschi, reforçou os impactos positivos das melhorias. “Tanto os Jardins de Chuva quanto o plantio de mais árvores pelo projeto têm um impacto relevante na melhoria do microclima, dentro e no entorno das escolas. Além de ir ao encontro da agenda global de sustentabilidade, tais iniciativas estão também alinhadas com as Redes de Cidades das Crianças e Urban95, das quais o Município faz parte, e que se preocupam com a autonomia das crianças, sua ocupação dos espaços públicos e o planejamento das cidades pensado nelas.”
Além das escolas e em vista dos benefícios ambientais e paisagísticos da proposta, o objetivo da Prefeitura é também implementar a iniciativa em outros espaços do município. Um dos exemplos é o jardim construído em março do ano passado no Parque Naturalizado e na Horta Urbana do Jardim Guanabara.

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas