23.4 C
Jundiaí
quarta-feira, 17 abril, 2024

Índice de roubos de celulares em São Paulo diminui na Capital e no interior do Estado

spot_img

Nesta quinta-feira (22), a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) lançou um relatório que revela uma diminuição nos casos de roubo e furto de celulares ao longo de 2023 em todo o estado. Áreas emblemáticas da capital como Rua Augusta, Praça da Luz, República e Avenida Paulista, testemunharam uma queda significativa nos índices de ocorrências.

Conforme dados da SSP-SP, no ano anterior, foram evitados aproximadamente 42 mil novos casos de roubo de smartphones em todo o estado. A capital paulista registrou uma redução de 11,9% nos roubos e furtos de celulares.

A emblemática Avenida Paulista apresentou uma diminuição de 26% no total de crimes. De 5,1 mil casos em 2022, o número caiu para 3,8 mil em 2023. Nos últimos seis meses do ano passado, as ocorrências reduziram em 41%.

Já nas movimentadas ruas Augusta e Consolação, também houve uma queda nos roubos. Essas vias, com alto fluxo de pessoas diariamente, registraram uma redução de 7,6% e 8,9%, respectivamente, nos roubos e furtos de celulares ao longo de 2023.

Na Praça da Luz, situada no bairro Bom Retiro, a redução nos delitos dessa natureza foi ainda mais expressiva, alcançando 59%. As ocorrências caíram de 1,7 mil em 2022 para 726 no ano passado.

Na Praça da República, um dos mais emblemáticos pontos da cidade de São Paulo, os registros de roubos e furtos de aparelhos celulares diminuíram em 29,5%. Passaram de 1,9 mil casos em 2022 para 1,3 mil em 2023.

Segundo informações da SSP-SP, essa significativa redução na quantidade de ocorrências é atribuída à intensificação do patrulhamento e ao contínuo reforço na segurança do estado.

Desde agosto, mais de 350 policiais militares foram designados para 35 pontos estratégicos da região, visando fortalecer a segurança em São Paulo. Essa medida busca garantir a presença policial em momentos e locais com maior incidência criminal.

Além das conhecidas vias turísticas da capital paulista, todo o estado também apresentou uma diminuição nos casos de roubos e furtos de celulares. De janeiro a dezembro do ano passado, foram registradas 296 mil ocorrências, o que representa uma redução de 12,4% em relação ao mesmo período de 2022, quando foram contabilizados 337,9 mil aparelhos subtraídos, resultando em 41,9 mil crimes a menos.

Após a divulgação dos dados, o secretário da Segurança Pública de São Paulo, Guilherme Derrite, expressou sua opinião:

“Esse era um problema que vinha crescendo ao longo de 2022 em todo o território paulista e, desta vez, conseguimos frear essa tendência e reverter a situação, com resultados positivos. Vamos continuar trabalhando para combater essas quadrilhas”, concluiu o secretário Guilherme Derrite.

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas