29.3 C
Jundiaí
sábado, 13 abril, 2024

Cachorro de Barrichello morre após ingerir 11 bitucas de cigarro

spot_img

O ex-piloto de Fórmula 1 e atual competidor da Stock Car, Rubens Barrichello, usou suas redes sociais nesta sexta-feira (23) para compartilhar a notícia. Barrichello revelou o falecimento de seu cachorro “Speedy”, da raça cavalier, devido a complicações intestinais. A tragédia ocorreu após o animal ingerir 11 bitucas de cigarro no espaço comum do prédio onde residiam.

“O Speedy era um cachorro cavalier, é uma raça dócil, mas é caçador. No prédio onde ele morava, no prédio da Silvana, ele passeava muito, super educado, aquela coisa bem saudável de um cachorro. A gente começou a ver que ele estava passando mal e queria sempre ir ao mesmo local”, disse.

“Quando o Dudu (Barrichello) desceu viu que tinha muitas bitucas de cigarro e de um outro cigarro bem mais potente. E aí o que aconteceu, o estômago dele dilacerou, desenvolveu uma doença que não gerava mais proteína para o corpo. Foram tiradas 11 bitucas de dentro dele. E aí ele não conseguia mais comer”, completou.

Barrichello explicou que, após as complicações, seu cachorro enfrentou um episódio de diarreia e, infelizmente, não conseguiu se recuperar. Rubinho ressaltou que a intenção de compartilhar o vídeo era promover conscientização.

“Como mencionei anteriormente, é uma situação triste, muito triste mesmo. Não se trata apenas das bitucas em si, mas sim do descarte adequado do lixo. O lixo deve ser colocado no lixo, é simples assim. Assim como recolhemos as fezes dos cachorros e as colocamos em saquinhos para descartar, acredito que seria igualmente educado se as pessoas que têm esses hábitos também adotassem essa atitude”, concluiu.

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas