23.4 C
Jundiaí
quarta-feira, 17 abril, 2024

Após ser oferecido ao clube, Gabigol está fora de cogitação para o Corinthians

spot_img

No início da gestão de Augusto Melo no Corinthians, o dirigente expressou anteriormente que Gabigol se encaixava perfeitamente no perfil do clube, chegando até a mencionar sondagens pelo jogador. Contudo, nesta segunda-feira (20), o presidente surpreendeu ao revelar que o próprio atleta foi oferecido ao clube paulista.

“Não fizemos promessas quanto à contratação de grandes jogadores; sempre nos comprometemos a formar um time competitivo e robusto. Gabigol nos foi oferecido, não fomos nós que o procuramos. Sempre deixei claro que Gabigol se encaixa na identidade do clube, possui nossas características e é um grande jogador, artilheiro por onde passou”, declarou Augusto em entrevista ao Arena SBT.

O presidente também revelou que as negociações avançaram a ponto de quase concretizarem-se, porém o Corinthians optou por desistir.

“Chegamos a acertar todos os detalhes, esperamos por um período. Estava praticamente tudo alinhado. Porém, chegou um momento em que decidimos recuar e desistir, pois percebemos que não era viável. Era um projeto inicial no qual estávamos dispostos a investir integralmente”, explicou.

Gabigol mantém contrato com o Flamengo até o final de 2024, e a renovação ainda está em processo de negociação entre as partes envolvidas.

A dívida do Timão

Em uma entrevista ao programa “Quebrada FC”, o presidente do Corinthians, Augusto Melo, revelou que o montante da dívida do clube ultrapassa a marca de R$ 2 bilhões.

“Assumimos o Corinthians em uma situação bastante complicada. Embora já imaginássemos isso com base nas informações da mídia e do conselho, a realidade se mostrou ainda mais grave. Contratamos uma das maiores empresas de auditoria, e o resultado que nos apresentaram foi alarmante: mais de R$ 2 bilhões em dívidas. Estamos enfrentando uma falta de credibilidade no mercado, escassez de recursos financeiros e ainda temos o desafio de montar uma equipe competitiva em menos de 30 dias”, afirmou o presidente.

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas