22.3 C
Jundiaí
sábado, 2 março, 2024

Microsoft demite 1,9 mil funcionários do setor de jogos

spot_img

A Microsoft anunciou na quinta-feira (25) que vai demitir 1,9 mil funcionários que trabalham fazendo jogos na empresa, de acordo com informações do site The Verge.
A notícia vem logo após a aquisição bilionária da Activision, dona de franquias como Crash Bandicoot, Call of Duty e Guitar Hero, por U$ 69 bilhões, em outubro de 2023. A Microsoft começou a reestruturação da divisão de jogos desligando diversos profissionais de diferentes estúdios. Zeni Max Media, Xbox Games Studios e até da própria Activision foram produtoras afetadas pelas mudanças. A notícia foi dada por um memorando interno da empresa no qual o CEO, Phil Spencer, disse que o corte representa 8% dos 22 mil funcionários que trabalham no setor de games.
“Já se passaram três meses desde que os times da Activision, Blizzard e King se juntaram à Microsoft. Como um movimento pensado para o ano de 2024, as lideranças da Microsoft Gaming e da Activision Blizzard se comprometeram em alinhar uma estratégia e plano de execução com um custo sustentável de estrutura que dará suporte ao crescimento dos nossos negócios. Juntos, estabelecemos prioridades, identificamos áreas de sobreposição e garantimos que estamos todos alinhados quanto às melhores oportunidades de crescimento.
Como parte desse processo, nós tomamos a dolorosa decisão de reduzir o tamanho da nossa força de trabalho no setor de games e cortar 1,9 mil das 22 mil pessoas de nossa equipe. O Time de Liderança de Jogos e eu estamos comprometidos em conduzir este processo da forma mais cuidadosa possível. Todas as pessoas diretamente afetadas por essas reduções desempenharam um papel importante no sucesso da Activision Blizzard, da ZeniMax e das equipes de Xbox, e devem estar orgulhosas de tudo o que conquistaram aqui. Estamos gratos por toda a criatividade, paixão e dedicação que trouxeram aos nossos jogos, aos nossos jogadores e aos nossos colegas. Forneceremos todo o nosso apoio àqueles que forem afetados durante a transição, incluindo benefícios de indenização conforme as leis trabalhistas locais. Aqueles cujas funções serão afetadas serão notificados e pedimos que tratem seus colegas que estão saindo com o respeito e a compaixão que são consistentes com nossos valores.
Olhando para o futuro, continuaremos a investir em áreas que irão expandir o nosso negócio e apoiar a nossa estratégia de levar mais jogos a mais jogadores em todo o mundo. Embora este seja um momento difícil para a nossa equipe, estou mais confiante do que nunca na sua capacidade de criar e nutrir os jogos, as histórias e os mundos que unem os jogadores.”

PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas