18.3 C
Jundiaí
terça-feira, 28 maio, 2024

Jundiaí adota Pacto Nacional pela Consciência Vacinal

spot_img

A adesão ao Pacto Nacional pela Consciência Vacinal, iniciativa do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) para restaurar índices seguros e uniformes de cobertura vacinal no país, foi oficializada pela Prefeitura de Jundiaí, nesta quarta-feira (22). O prefeito Luiz Fernando Machado assinou o termo de adesão em uma cerimônia realizada, no auditório da Faculdade de Medicina de Jundiaí (FMJ).

“Jundiaí, conhecida como a Cidade das Crianças, está empenhada em incentivar a população a continuar erradicando doenças que podem deixar marcas, comprometendo o desenvolvimento de uma vida e até levar à morte. Não é aceitável testemunharmos o ressurgimento do sarampo, por exemplo. O município e toda a região unem-se a este projeto de conscientização para reverter esse cenário preocupante. É essencial que cuidemos juntos de nossas crianças e adolescentes”, destacou o prefeito Luiz Fernando Machado.

Dados do Ministério da Saúde indicam que, desde 2015, o Brasil tem testemunhado declínios na cobertura vacinal de imunizantes de longa data, como a rubéola, a coqueluche e a difteria. Em 2023, a taxa de vacinação infantil geralmente não ultrapassa os 50%, significativamente abaixo da meta recomendada de 95% para o público-alvo. Há uma preocupação particular com a poliomielite, que, embora erradicada, enfrenta o risco de reintrodução no Brasil, como ocorreu em países como os Estados Unidos e Israel.

Em Jundiaí, no ano de 2022, nenhuma das vacinas destinadas a menores de um ano atingiu a meta estabelecida, exceto a BCG, administrada nas maternidades da cidade. No caso das vacinas direcionadas a crianças com mais de um ano, nenhuma alcançou a taxa ideal. Apenas na faixa etária de 4 anos, as metas de cobertura foram alcançadas, com exceção da vacina contra varicela, que atingiu 83,35%. Neste ano, somente a BCG atingiu a cobertura desejada.

A abordagem precisa ser colaborativa, e nossa meta não é impor, mas conscientizar. Este é um projeto baseado na fraternidade, destacando a importância de manter essa mobilização de forma contínua para garantir avanços e evitar retrocessos.

“A resistência sempre esteve presente; Oswaldo Cruz a enfrentou. Juntos, vamos trabalhar para reverter esse quadro. Até agora, 13 estados, três municípios, times de futebol e entidades da sociedade civil já aderiram. Em Jundiaí, realizamos, pela primeira vez, a adesão conjunta de uma região metropolitana, o que é de extrema importância”, comentou o presidente da Comissão de Saúde e Conselheiro Nacional do Ministério Público, promotor de Justiça Jayme Martins de Oliveira.

A partir do lançamento do Pacto Nacional pela Consciência Vacinal em novembro de 2022, as autoridades da Região Metropolitana de Jundiaí (RMJ) e a Faculdade de Medicina de Jundiaí (FMJ), que também aderiu, comprometem-se a trabalhar de forma coordenada para aumentar as coberturas vacinais. O acordo inclui a realização de campanhas de comunicação social para incentivar a população a buscar as vacinas do Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde.

O evento contou com as presenças de representantes dos sete municípios da Região Metropolitana de Jundiaí (RMJ) e de Itatiba, além do vereador Edicarlos Vieira, membro da Comissão de Saúde, Assistência Social e Previdência da Câmara Municipal.

Novo Dia
Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas