21.4 C
Jundiaí
sexta-feira, 1 março, 2024

Conheça as cidades mais caras do mundo para viver em 2023

spot_img

Em uma revelação que não causará espanto a quem já experimenta apertos financeiros, a crise global no custo de vida persiste, deixando em evidência a possibilidade de impactos significativos para os residentes de metrópoles.

De acordo com o Índice de Custo de Vida Mundial divulgado pela Economist Intelligence Unit (EIU), o custo médio de vida registrou um aumento de 7,4% no presente ano. Notavelmente, os preços dos produtos nos supermercados experimentaram um aumento ainda mais acentuado.

Embora esse incremento seja ligeiramente inferior ao salto de 8,1% registrado pela mesma pesquisa em 2022, os números ainda permanecem notavelmente acima das “tendências históricas”. No entanto, há boas notícias a serem destacadas. Os preços de serviços públicos, que lideraram o aumento na pesquisa do ano anterior, apresentaram a menor taxa de inflação desta vez.

As mais caras

  • Zurique e Cingapura
  • Nova York e Genebra
  • Hong Kong
  • Los Angeles
  • Paris
  • Tel Aviv e Copenhagen
  • São Francisco

Mudança no ranking

A cidade-estado de Cingapura e a cidade suíça de Zurique foram nomeadas como as cidades mais caras do mundo.

Na última pesquisa, a ascensão dessa cidade para a liderança, pulando do sexto lugar no ano anterior, foi atribuída à robustez do franco suíço, combinada com os elevados preços de mantimentos, artigos domésticos e recreação. O transporte e o custo de vida em termos de vestuário em Cingapura também foram mencionados como fatores relevantes.

Em relação à posição das cidades, Nova York, que havia empatado com Cingapura no primeiro lugar no ano anterior, caiu para a terceira posição, empatando com Genebra, na Suíça. Hong Kong ficou em quinto lugar, Los Angeles em sexto, e Paris ocupou a sétima posição na lista das cidades mais caras do mundo.

Tel Aviv, em Israel, e Copenhague, na Dinamarca, dividiram o oitavo lugar. No entanto, é importante observar que a pesquisa foi conduzida antes do início do conflito entre Israel e Hamas em outubro.

Finalmente, São Francisco, uma das três cidades americanas listadas entre as mais caras, ficou em 10º lugar.

Projeção da Inflação

Os aumentos nos preços estão perdendo intensidade devido à redução dos problemas na cadeia de suprimentos desde que a China suspendeu suas restrições à Covid-19 no final de 2022. Contudo, os custos dos alimentos continuam a aumentar, já que os varejistas repassam esses custos mais elevados aos consumidores.

A expectativa é que a inflação continue a desacelerar em 2024, à medida que o impacto defasado dos aumentos nas taxas de juros começa a afetar a atividade econômica e, consequentemente, a demanda do consumidor. Upasana Dutt, chefe de custo de vida mundial da EIU, afirmou em comunicado que os riscos de conflitos armados e condições climáticas extremas ainda persistem.

Ela alertou que uma escalada na guerra entre Israel e Hamas poderia aumentar os preços da energia, enquanto um impacto mais significativo do que o esperado do El Niño poderia elevar ainda mais os preços dos alimentos. O aumento do custo de vida tem impactado diversas cidades, embora algumas sejam mais afetadas do que outras.

Novo Dia
Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas