22.7 C
Jundiaí
quarta-feira, 7 dezembro, 2022

Saiba por que o bigode virou símbolo dos cuidados com a saúde do homem

PUBLICIDADEspot_img

O mês de novembro vem para conscientizar sobre o Câncer de Próstata, o tipo mais comum em homens. Além disso, é preciso abrir os olhos para os cuidados proativos e preventivos, que não são comuns para o público masculino

Durante todo o mês, o Novembro Azul traz a importância de conscientizar sobre o câncer de próstata, doença que afeta principalmente homens acima de 50 anos de idade. Como símbolo, a campanha traz o desenho do bigode, refletindo sobre a importância de dar cada vez mais atenção à saúde masculina.

Em 1999, na Austrália, um grupo de 30 amigos resolveu deixar o bigode crescer para chamar a atenção sobre os cuidados com a saúde do homem. Nas ruas, eles arrecadaram quantias de dinheiro que, posteriormente, foram doadas para instituições de caridade. Como em 17 de novembro já se era comemorado o Dia Mundial do Combate ao Câncer de Próstata, o mês foi escolhido para iniciar o movimento. A ideia fez com que a história fosse contada cada vez mais e, em 2004, surgiu o Movember Foundation Charity – sendo a união de Moustache (bigode em inglês) com November (novembro) – para dar voz ao tema.

Historicamente, os homens são menos preocupados com a própria saúde do que as mulheres e, com a chegada da pandemia, esse cenário ficou ainda mais grave. A principal maneira de evitar diagnósticos tardios é a partir da detecção precoce, que deve ser feita a partir de exames regulares e preventivos, assunto que ainda é um tabu para o público masculino.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, o câncer de próstata é o tipo mais comum em homens, (com exceção do câncer de pele não melanoma), causando a morte de 28,6% que desenvolve neoplasias malignas. A cada 38 minutos no Brasil, um homem morre por causa da doença, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca). Até o final de 2022, são estimados 65.840 casos de câncer de próstatas no Brasil.

“A partir do Novembro Azul, é necessário lembrar que o tema deve ser ainda mais discutido e ampliado. Com o diagnóstico precoce, as chances de cura do câncer de próstata aumentam significativamente – podendo passar de 90% – além de permitir que o tratamento seja menos invasivo”, destaca o oncologista clínico Andrey Soares.

Apesar do câncer de próstata ser o mais comum em homens, é necessário também abrir os olhos para os cânceres de pênis e testículos. Mesmo sendo prevalentes em 2% e 5% dos casos respectivamente, não devem ser negligenciados.

No caso do câncer de pênis, por exemplo, o diagnóstico tardio leva a mais de mil amputações por ano no Brasil. Suas causas possuem fatores como: falta de uma boa higiene e infecções – geralmente por relações sexuais – por HPV. Quanto ao câncer testicular, apesar de não ser associado a causas ambientais, costuma acontecer em jovens de 15 a 50 anos. Segundo dados do Ministério da Saúde, o problema pode até mesmo ser mascarado por ser confundido com processos inflamatórios e infecciosos. Por ano, 360 pessoas são diagnosticadas já em estágios avançados da doença.

Um levantamento feito pelo Centro de Referência em Saúde do Homem do Estado de SP mostrou que não é à toa que 70% das mulheres comparecem às consultas médicas com seus parceiros, resultado de que o diagnóstico precoce e o cuidado proativo e preventivo não é comum para o público masculino.

“Ainda existe uma resistência dos homens fazerem o acompanhamento médico de prevenção. Vale lembrar que pessoas afrodescendentes ou que tenham parentes de primeiro grau com a doença, é necessário fazer os exames antes dos 45 anos. Quanto antes o diagnóstico for feito, maiores são as chances de sucesso no tratamento, fazendo com que as chances de cura chegam a 90%”, finaliza Andrey.

A informação é ferramenta determinante para desmistificar o câncer de próstata e incentivar a descoberta da doença em estágios iniciais. Não à toa, no Novembro Azul a tônica central das ações de conscientização traz o reforço da necessidade de um olhar atento para a realização de exames preventivos e consultas com especialistas.

Novo Dia
Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas