14.4 C
Jundiaí
quinta-feira, 20 junho, 2024

Como funciona o ‘golpe do carrinho’ usado para furtar motorista no mercado

spot_img

Falta respeito e sobra criatividade para os criminosos que parece não ter limites quando se trata de furtos e roubos de motoristas. Táticas cada vez mais engenhosas para abordar vítimas no trânsito, como o golpe do retrovisor, o falso acidente e também a sabotagem do veículo. 

As redes sociais têm alertado para uma nova modalidade de ataque: o golpe do carrinho de supermercado. Um vídeo que circula em diferentes plataformas demonstra como acontece o ataque. 

Ao notar um carro prestes a sair do estacionamento de um mercado, o bandido discretamente empurra um carrinho em direção à traseira do veículo e se esconde.

Uma mulher está ao volante do carro e não percebe a presença do ladrão. Ela engata a ré e, ao identificar o obstáculo, para o veículo e desce, com a intenção de remover o carrinho dali e, finalmente, ir embora. 

Enquanto a vítima está fora do carro, o criminoso entra pela porta do passageiro dianteiro e rapidamente sai com o que parece ser uma sacola, após fechar a mesma porta, para não chamar a atenção da vítima.

A gravação foi compartilhada no Instagram pelo policial federal e instrutor de defesa pessoal Fábio Henriques, que conversou com a reportagem sobre o novo golpe e como se precaver para não se tornar mais uma vítima. 

Segundo o especialista, o vídeo, aparentemente gravado fora do Brasil, reproduz uma situação que também acontece em nosso país e demonstra o quanto a distração de motoristas facilita a ação dos “amigos do alheio”.

“Não se trata de um caso isolado, os ladrões realmente têm recorrido a essa tática. Do ponto de vista prático, não vejo necessidade nenhuma de a condutora sair do automóvel para retirar o carrinho dali. Isso criou a oportunidade para a ação do criminoso”, avalia. 

Henriques acrescenta que a motorista deveria ter continuado com a manobra de ré, em baixa velocidade, para então seguir seu caminho sem sofrer o furto nem algo pior, como assalto a mão armada ou até sequestro-relâmpago.

Ele destaca que o golpe do carrinho soma-se a outras estratégias semelhantes para fazer o motorista parar e sair do respectivo carro. 

“Eles utilizam bastante esse tipo de subterfúgio, como forjar uma batida na traseira do carro da vítima, colocar uma pedra para dificultar a saída, sujar ou cobrir com um papelão o vidro traseiro ou dianteiro e até entupir propositalmente o escapamento”, alerta o policial.

Como evitar

Henriques explica que, bandidos estão sempre em busca de situações que facilitem seus ataques, mas é possível reduzir consideravelmente o risco de se tornar mais uma vítima de ação criminosa. 

Para começo de conversa, ele recomenda não apenas estar atento ao entorno do carro, ao deixá-lo e também na hora do embarque: também é importante demonstrar essa atenção.

“No vídeo do carrinho, a vítima está com cabeça baixa, sem entender nada do que está acontecendo ao seu redor. Essa postura é vista como oportunidade por bandidos e facilita bastante sua ação”, diz o instrutor. 

Henriques salienta que, na maioria das vezes, os criminosos buscam a vítima mais desatenta e que, muito provavelmente, não reagirá nem sequer perceberá que está sendo roubada.

Outra questão que torna o cidadão ainda mais vulnerável é circular em local aparentemente ermo, durante o período noturno e sem um acompanhante – o que parece ser o caso da gravação que ilustra esta reportagem. 

“O bandido devia estar acompanhado, aguardando uma vítima em potencial. Recomendo analisar sempre o local onde você está e fazer a pergunta: ‘Será que estou em uma área de risco? O horário para compras é conveniente?’ A habilidade de se defender muitas vezes depende de treinamento mental diário”, recomenda o policial federal.

Nunca é demais alertar: em caso de assalto, a recomendação é de nunca reagir. (UOL)

Novo Dia
Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas