16.4 C
Jundiaí
segunda-feira, 3 outubro, 2022

De janeiro a agosto de 2022, CPFL Piratininga regularizou mais de 6 mil ligações clandestinas na região de Sorocaba e Jundiaí

PUBLICIDADEspot_img

Com o objetivo de combater às fraudes e furtos de energia, os chamados “gatos”, a CPFL Piratininga identificou e regularizou 6.673 ligações clandestinas em 22 cidades que contemplam a região que inclui Jundiaí.

Este número foi 20% menor que o flagrado no mesmo período de 2021, quando a empresa encontrou 8.374 irregularidades, graças aos investimentos da empresa para que os casos não se tornassem reincidentes.

Todos os anos, a CPFL investe fortemente para melhorar os índices de energia fraudada em suas cidades de atuação, como forma de garantir a segurança da população, além de evitar a instabilidade no fornecimento de energia e perda de arrecadação de impostos importantes para manter serviços públicos no município.

Para Victor Rios Silva, gerente de Recuperação de Energia da CPFL, “o resultado é fruto de uma estratégia de longo prazo e faz parte do trabalho contínuo da empresa, com investimentos em novas tecnologias, treinamento de equipes e processo de monitoramento e análise.”

Outros investimentos

Para os projetos de blindagem, medição e regularização de clientes clandestinos, a CPFL prevê um investimento de mais de R$ 1 bilhão nos próximos cinco anos, o maior valor voltado para ações contra furtos e fraudes realizado pela concessionária. 

Entre as ações da companhia para minimizar os impactos do furto de energia, está a instalação de caixas blindadas que permitem apenas o acesso de técnicos da CPFL e possuem medidores inteligentes, com o consumo lido de maneira digital, à distância. Assim, a empresa evita a reincidência da irregularidade, diminui o número de inspeções necessárias e, por consequência, de regularização. 

Além das caixas blindadas, a empresa investe fortemente em inteligência artificial e sistemas com geração de alarmes para direcionamento de inspeções, o que resulta em maior assertividade do trabalho da distribuidora em seus processos de monitoramento e análise. Deste modo, a companhia consegue preventivamente identificar possíveis variações no consumo de energia que indiquem perdas comerciais. Além dos investimentos em processos, o grupo também trabalha em conjunto com os órgãos públicos e as autoridades policiais para coibir a prática de fraudes e furtos.

“Estamos felizes por ver que a estratégia está surtindo resultados, mas não nos contentamos com os mais de 6 mil casos encontrados na região de Sorocaba e Jundiaí só neste ano”, reforça Rios. 

Na região de Jundiaí, entre as cidades com mais fraudes encontradas nos oito primeiros meses do ano, o município ocupa a quarta colocação com 161 fraudes. Indaiatuba lidera o ranking com 647 ocorrências, seguida por Salto (437) e Itu (385).

Quem paga pelo “gato”

A CPFL Piratininga reforça que furto de energia é crime, pode trazer riscos à segurança das pessoas e prejudica diretamente a população com instabilidade no fornecimento de energia. Além disso, a pessoa que for flagrada cometendo a irregularidade terá cobrados os valores retroativos referentes ao período em que deixou de pagar pelo fornecimento. 

As irregularidades também podem deixar a conta de luz mais cara para todos os consumidores, já que a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) reconhece a ação como uma “perda comercial”, e parte deste valor compõe a tarifa de energia. Outra consequência das fraudes e furtos é a piora na qualidade do serviço de distribuição de energia, uma vez que as ligações clandestinas sobrecarregam as redes elétricas.

Denuncie

Clientes da CPFL Piratininga podem contribuir de forma sigilosa, para o combate às irregularidades por meio dos canais disponibilizados pela concessionária. Denúncias podem ser realizadas pelo aplicativo “CPFL Energia”, disponível para todas as plataformas de dispositivos móveis, pelo site www.cpfl.com.br/fraude, ou pelo e-mail denunciafraude@cpfl.com.br.

Novo Dia
Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

notícias relacionadas