16.4 C
Jundiaí
quinta-feira, 30 junho, 2022

Jurassic World 3: ação, emoção e reflexão na trilogia que encerra a franquia

PUBLICIDADEspot_img

Para os cinéfilos amantes dos famosos dinossauros, se preparem, porque “Jurassic World:Domínio”, chega às telonas do Moviecom nesta quinta-feira (2), prometendo encerrar a temporada de 30 anos da franquia. Talvez por este motivo, tem sido uma das produções mais esperadas pelos fãs, já que promove o encontro de gerações do Jurassic Park dos anos de 1990 e o grupo da trilogia World, a reinicialização lançada em 2015.   

Para quem pretende vivenciar o que o universo blockbuster tem definido como “o final épico da era jurássica”, “Domínio” é, sem sombra de dúvida, o que a crítica especializada costuma chamar de baita filmão. Primeiro, é claro, por promover o reencontro da turma da trilogia original, que conta com Sam Neill, Laura Dern e Jeff Goldblum. A reunião causou um clima de nostalgia dentro da sala de cinema – algo parecido com o efeito do encontro dos três Homem-Aranha em “Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa”. Já no caso da união do grupo veterano com Chris Pratt e Bryce Dallas (atores da atual geração), talvez tenha faltado um clímax maior, mas considerando a qualidade do filme em todos seus aspectos isso não afetou em nada o resultado ou expectativa dos fãs. 

Duas palavras que definem “Jurassic World 3”: ação e emoção. Há quem arrisque dizer que em nenhuma sequência anterior viu tantas cenas de ação, daquelas que você sequer consegue parar para mastigar a pipoca. Outro destaque da estreia: DeWanda Wise, a atriz é um verdadeiro deleite em grande parte das tomadas mais aventureiras. É bom – e divertido – ressaltar também que, dessa vez, Dallas, a Claire da geração World, não correu de salto alto durante todo o filme – em “Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros” a cena final virou meme na internet após ela surgir de salto alto agulha após correr ‘uma maratona’ ao fugir dos dinossauros. 

Por outro lado, em uma despedida à altura, a famosa T-Rex retornou poderosa e feroz como pede a ocasião, e fazendo referências ao emblema dos filmes anteriores – o fã raiz vai saber do que estamos falando. Outra palavra que também caracteriza o longa é humor, além de romance. Seguindo a dinâmica dos outros, a produção é recheada não apenas de referências, mas de ‘piadocas’ e a dose perfeita de romance – nada daquilo que os fãs já não saibam ou esperam.

Diversão garantida, a pré-venda já está liberada no Moviecom.com.br. O resto, é não esquecer a pipoca e se preparar para experimentar por 146 minutos de aventura no mundo dos dinossauros.

Novo Dia
Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

notícias relacionadas