spot_img
20.2 C
Jundiaí
quarta-feira, 16 junho, 2021
spot_imgspot_img

Guerra do Streaming: Amazon está interessada em comprar a MGM; negócio é avaliado em US$ 9 bilhões

Tratado apenas como um rumor, afinal, o negócio ainda não foi fechado, mas segundo a Revista Variety (dos Estados Unidos) tanto a Apple quanto a Amazon estariam interessadas em comprar o estúdio MGM (o famigerado Metro-Goldwin-Mayer, com o rugido de leão mais famoso do cinema), de longe um dos mais longevos de toda a história de Hollywood ainda em atividade, e que já acumula US$ 2,7 bilhões de dólares em dívidas. Vendo toda a movimentação do mercado acontecendo em torno da aquisição e fusão de grandes marcas, obviamente o foco não poderia ser outro: o reinado da preferência do público que consome streaming, o futuro do entretenimento e do home vídeo.

Vale lembrar que dentro do Prime Vídeo, o já consolidado serviço de streaming da Amazon, já existem canais de outros estúdios, que cobram um valor à parte para que o assinante do Prime tenha acessado ao seu catálogo e um dos estúdios é justamente o MGM, o que dá uma “ligeira vantagem” para cima da Apple nessa disputa. Aliás, uma grande vantagem eu diria. Vale lembrar também que fora a quantidade absurda de filmes clássicos (principalmente western ou faroeste, como queira), como “E o Vento Levou..” e “Bem-Hur” (ou seja, dois dos maiores vencedores de estatuetas do Oscar de todos os tempos) o estúdio MGM também é proprietário de marcas e franquias como as de “Rocky Balboa” (e por consequência “Creed”, que vem ganhando cada vez mais força e mais fãs) assim como também os filmes do famigerado espião britânico do MI6, o 007 “James Bond” e também o policial do futuro, o ciborgue “Robocop” (que já tem um outro filme em desenvolvimento há tempos na gaveta, que promete revisitar os filmes clássicos dos anos 80, ao invés de dar sequência ao reboot desenvolvido e dirigido por José Padilha em 2014).

Rocky Balboa, James Bond, Ben-Hur e Robocop: todos pertencem ao estúdio MGM

Sabendo que dinheiro não é exatamente um problema para a Amazon de Jeff Bezos, só para efeito comparativo, a Lucas Film foi comprada pela Walt Disney Company por aproximadamente US$ 5 bilhões de dólares enquanto a 20th Century Fox já foi adquirida por mais de US$ 70 bilhões de dólares. Parece que realmente a fusão da WarnerMedia com o Grupo Discovery, debaixo das asas da AT&T, somado ao fato de que a Sony firmou contrato de exclusividade com a Netflix (e posteriormente, com a Disney também) para que seus filmes saíssem diretamente do cinema para a plataforma online, mostra claramente uma tendência de mercado, aonde certamente veremos grandes grupos tomarem conta de estúdios que já não tem o mesmo desempenho de antes, nas grandes telas de cinema. Dívidas precisam ser quitadas e novas alianças precisam ser formadas.

Agora, vamos aguardar para ver se os fortes rumores se confirmam sobre as negociações diretas entre Mike Hopkins, vice-presidente sênior da Amazon Studios e do Prime Vídeo e Kevin Ulrich, o atual presidente do conselho da MGM e um importante acionista da empresa. A briga agora é de cachorro grande e para você ficar por dentro de tudo, basta acompanhar aqui e nas redes sociais o Novo Dia Geek, o quadro de cultura pop do Novo Dia Notícias que traz dicas e novidades toda sexta-feira às 11h nos canais oficiais do Grupo Novo Dia e os textos que pipocam sempre que possível aqui nessa coluna.

Felipe Gonçalves

Apresentador e colunista do Novo Dia Geek

Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.

SUGESTÃO DE PAUTAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas