22.4 C
Jundiaí
sexta-feira, 21 junho, 2024

Cabreúva alinha forma de atendimento às mulheres vítimas de violência

spot_img

As vítimas de violência em Cabreúva serão acompanhadas em um projeto de ressocialização

O sistema de proteção às mulheres vítimas de violência em Cabreúva ganhou forma após uma reunião entre membros da Prefeitura com o Poder Judiciário. No encontro foram definidas algumas diretrizes de atendimento para fazer valer ainda mais no município a Lei Maria da Penha.

Entre as ações definidas está a atuação do Poder Judiciário, que vai informar à Guarda Municipal sobre as medidas protetivas existentes na cidade, para que a corporação faça o monitoramento dos homens que estão impedidos de se aproximarem das vítimas.

Também foi definido que a psicóloga Karina Cegobia vai trabalhar junto com os guardas municipais no treinamento e orientação para o acolhimento das vítimas. Também será por meio da psicóloga que as mulheres vítimas de violência farão o primeiro contato com o serviço de saúde, sendo encaminhadas para à psicoterapia, médicos e à Secretaria de Ação Social quando necessário.

As vítimas de violência em Cabreúva também serão acompanhadas em um projeto de ressocialização com o apoio do Fundo Social de Solidariedade.

Participaram da reunião a psicóloga da Saúde de Cabreúva, Karina Cegobia, o secretário adjunto de Segurança Pública, Tiago Magri, a juíza titular do Fórum de Cabreúva, Dra. Alexandra Lamano Fernandes, e a escrevente do Fórum, Emilly Spinoso Loro. Também contribuíram com a rede o delegado Luciano Carneiro de Paiva e a GM, Andréia Melo, que atua na Patrulha Maria da Penha, da Guarda Municipal de Jundiaí.

Novo Dia
Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas