18.4 C
Jundiaí
quinta-feira, 30 junho, 2022

Jundiaí bate recorde histórico de calor e atinge 40°C nesta semana

PUBLICIDADEspot_img

O calor está batendo recordes este ano. Não é à toa que Jundiaí registrou sua maior temperatura entre às 7h de quarta-feira (30) e 7h de quinta-feira (1º). Os 40°C registrados é a temperatura mais alta desde o início das medições, em 1993, segundo o Centro Integrado de Informações Agrometeorológicos (CIIAGRO).

Até então, o recorde histórico de Jundiaí havia sido 38,8°C, no dia 18 de outubro de 2014.

Confira abaixo os recordes de Jundiaí:

1º – 30/09/2020: 40ºC
2º – 18/10/2014: 38,21ºC
3º – 14/10/2014: 37,42ºC
4º – 13/09/2020: 37,18ºC
5º – 21/01/2015: 37,16ºC

De acordo com o boletim meteorológico da Defesa Civil de Jundiaí, o intenso calor na quinta-feira também deixou a umidade relativa do ar em estado de alerta, com índices abaixo do recomendado, com a URA de 16%. Por isso é importante estar atento a hidratação.

Explicação técnica

Segundo o meteorologista do Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura (Cepagri) da Unicamp, Bruno Bainy, historicamente outubro costuma ser o mês mais quente no ano, na região de Campinas, onde Jundiaí está incluída.

“Em condições normais, isso acontece por causa do aumento da intensidade solar associada a falta de chuvas. Em novembro e dezembro, a média diminui por causa da intensidade maior de chuvas”, explica.

Mas quando a temperatura chega a casa dos 40°C, trata-se de uma anomalia para a época, isso porque as máximas da região costumam ter as maiores altas entre 34°C e 37°C.

Fonte – Tribuna de Jundiaí

Leia também:

Setor da indústria foi o que mais empregou no mês de agosto em Jundiaí

Novo Dia
Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

notícias relacionadas