29.1 C
Jundiaí
segunda-feira, 26 outubro, 2020

Acha que ter dinheiro na poupança é seguro? Então relembre o dia que o Governou roubou R$ 100 bilhões do povo

Para aqueles que acreditam que manter seu dinheiro na poupança é um investimento seguro o Cointelegraph fez uma matéria especial sobre o dia 16 de março de 1990, quando os brasileiros sofreram com o que veio a ser conhecido como maior “roubo” já feito pelo  governo. 

Naquela data o pais presenciou  o Governo Federal do Brasil confiscar o dinheiro de todos os cidadãos que estavam guardados nos bancos do país (acima de 50.000 cruzeiros novos — o que hoje em dia equivaleria a algo entre R$ 5 mil e R$ 8 mil).

O Confisco da Poupança foi uma medida tomada pelo presidente Fernando Collor de Mello e foi chamado de Plano Collor.

E foi exatamente isso, todo o dinheiro acima de 50 mil cruzeiros novos que uma pessoa tinha no banco ficaria retido pelo Governo por 18 meses e nenhum depósito poderia ser feito.

O Governo prometeu que devolveria o dinheiro em 18 meses corrigido com a inflação, porém, até hoje, o povo brasileiro não recebeu e nem vai receber segundo o acordo homologado pelo Supremo Tribunal Federal, todo o dinheiro que o Governo confiscou.

Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.

SUGESTÃO DE PAUTAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Máquina para capturar pernilongos está em teste em São Paulo

Uma máquina desenvolvida nos Estados Unidos com apoio técnico da NASA, tem sido testada pela Empresa Metropolitana de Águas e Energia (EMAE)...
PUBLICIDADE

Estado e municípios reforçam monitoramento em área de manancial

As Áreas de Proteção e Recuperação de Mananciais (APRM) ganharam mais um reforço nas ações de proteção e conservação das regiões produtoras...

Clínica da Família, no Jardim Novo Horizonte, retoma atendimento de rotina

A Clínica da Família localizada no Jardim Novo Horizonte, em Jundiaí, retomou nesta segunda-feira (26), os atendimentos de rotina. A unidade estava...

Se dependesse da Net…

Muitos fatos históricos poderiam ter tomado outros rumos, caso a comunicação fosse mais rápida. No futuro, talvez possamos afirmar a mesma coisa....

notícias relacionadas

cadastre-se

Cadastre-se para receber as novidades no grupo Novo Dia