16.4 C
Jundiaí
domingo, 21 julho, 2024

Suspeita de fraude suspende licitação da propaganda de Lula

publicidadespot_imgspot_img

O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Aroldo Cedraz suspendeu a licitação de quase R$ 200 milhões da Secretaria de Comunicação Social (Secom) da Presidência da República.
A Secom, ainda sob comando do ministro Paulo Pimenta, hoje ministro extraordinário para Reconstrução do Rio Grande do Sul, pretendia desembolsar o valor astronômico na contratação de quatro empresas para atuar na comunicação digital do Sistema de Comunicação de Governo do Poder Executivo Federal (Sicom).
Antes do resultado sair, em mensagem cifrada na rede social X (antigo Twitter), o site O Antagonista revelou quais seriam as empresas vencedoras.
Cedraz viu indícios de fraude no edital e, em medida liminar, suspendeu a contratação. A decisão deverá ser levada ao plenário da corte de contas.
“Revestem-se de extrema gravidade e demandam atuação imediata”, diz trecho da decisão que suspendeu o certame e determinar que a Secom explique o caso em prazo de 15 dias após a intimação.
“A Secom esclarece que não foi notificada sobre a representação do MPTCU e, portanto, a Advocacia-Geral da União (AGU) não teve a oportunidade de se manifestar previamente à decisão cautelar. Aguardarmos a notificação do Tribunal para, junto com a AGU, tomarmos as providências cabíveis”.

PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas