14.4 C
Jundiaí
sexta-feira, 19 julho, 2024

Alvo da CPI da Pandemia, empresa ganha licitação milionária da Saúde

A empresa VTCLog, que foi uma das principais investigadas pela CPI da Pandemia, recentemente ganhou uma licitação significativa do Ministério da Saúde para prestar serviços de armazenagem e transporte de insumos de saúde. Essa notícia gerou interesse devido ao histórico da empresa e às controvérsias envolvendo contratos públicos.

No dia 27 de maio, o Ministério da Saúde divulgou o resultado de uma licitação para serviços de armazenagem e transporte de insumos de saúde. O edital estimava o valor em R$ 621,2 milhões, e a empresa VTC Log venceu a concorrência com uma proposta de cerca de R$ 549,8 milhões.

Após o resultado da licitação, dois recursos foram apresentados contestando a decisão, um pela empresa Triunfo Legis Serviços Especializados de Apoio Administrativo e outro pela BSB-DF Transportes de Cargas. Ambas alegaram que o edital restringia o número de participantes. No entanto, esses recursos foram inicialmente rejeitados. A VTCLog, por sua vez, afirmou ter cumprido todos os requisitos para participar do processo licitatório.

Paralelamente, a CPI da Pandemia dedicou um longo período para investigar as relações da VTCLog com o Ministério da Saúde durante a gestão de Jair Bolsonaro.

Durante a CPI da Pandemia, o foco principal recaiu sobre os aditivos realizados durante o governo Bolsonaro em contratos estabelecidos durante a gestão de Michel Temer. O Tribunal de Contas da União chegou a suspender um desses aditivos. O relatório do senador Renan Calheiros indicou um possível “jogo de planilha”, onde licitantes venciam os certames legalmente, mas manipulavam preços ao longo da execução contratual para aumentar o valor do contrato.

Além disso, o relatório apontou saques expressivos em espécie das contas bancárias da VTC Log, iniciados em 2018, o que levantou suspeitas sobre a empresa. Os sócios foram indiciados por corrupção ativa, mas uma investigação do Ministério Público Federal não encontrou irregularidades nos contratos.

Em resposta, a VTCLOG afirmou que participou licitamente do novo processo do Ministério da Saúde e atendeu a todos os requisitos exigidos. A empresa também destacou que o Tribunal de Contas da União se manifestou pela sua idoneidade. O Ministério da Saúde informou que o pregão para os serviços de armazenagem e transporte multimodal está em fase recursal, e a VTC Operadora Logística LTDA ofereceu a menor proposta e foi a melhor classificada.

PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas