15.4 C
Jundiaí
domingo, 21 julho, 2024

Agosto é o Mês do Patrimônio Histórico de Jundiaí

publicidadespot_imgspot_img

Há oito anos, o mês de agosto tornou-se em Jundiaí o Mês do Patrimônio Histórico e Cultural. Durante todo mês, uma extensa programação discute questões importantes ligadas à preservação de bens culturais, da história e das memórias do município, iniciativa da Prefeitura de Jundiaí, por meio da Unidade de Gestão de Cultura e do Departamento de Patrimônio Histórico, com apoio da Fatec, unidades de Jundiaí, Itu e São Paulo, Unip, UniAnchieta e Centro Paula Souza.
Segundo os organizadores, o Mês do Patrimônio contará com palestras, mesas redondas e oficinas com temas voltados para a preservação e valorização do patrimônio cultural material e imaterial, além de visitas a bens culturais. Neste ano, também estão previstas atividades da Jornada do Patrimônio 2024, em parceria com o Governo do Estado de São Paulo.
Concluindo um mês inteiro de atividades, a programação do Mês do Patrimônio será encerrado com a realização do Simpósio do Patrimônio Material e Imaterial, que neste ano chega à sua décima segunda edição, com o tema “Patrimônio Cultural: diversidade, mobilização social e o direito à cidade”, cuja programação poderá ser consultada em https://www.even3.com.br/simposiojundiai2024/ .
O Mês do Patrimônio Histórico de Jundiaí tem início no dia 1º de agosto, no Teatro Polytheama, com a edição do projeto “Música & Histórias, desenvolvido pelo Departamento de Cultura da UGC, que será dedicado ao Choro, que este ano foi reconhecido como patrimônio cultural imaterial brasileiro, e se estende até o dia 31. A programação completa será divulgada em breve.

PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas